Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9655
Title: Influência da radiação gama na composição nutricional e na contaminação por Aspergillus aflatoxigêncios em amendoim
Authors: COSTA, Laury Francis
Keywords: Amendoim; Aspergillus aflatoxigênicos; Aflatoxina; Composição nutricional
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Francis Costa, Laury; Borges da Silva, Edvane. Influência da radiação gama na composição nutricional e na contaminação por Aspergillus aflatoxigêncios em amendoim. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Os cuidados no armazenamento de alimentos, como controle de umidade e temperatura, auxiliam na prevenção das doenças fúngicas nas sementes do amendoim. O desenvolvimento de fungos filamentosos em alimentos e rações pode resultar na produção de toxinas, conhecidas como micotoxinas, provocando resposta tóxica mesmo quando ingeridos em baixa concentração. A radiação ionizante pode ser utilizada como método preventivo de segurança alimentar, promovendo a inibição de brotamentos, retardo na maturação, redução da carga microbiana, eliminação de microorganismos patogênicos, esterilização, desinfecção em grãos, cereais, frutas e especiarias. Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da radiação gama na composição nutricional e inibição do crescimento de Aspergillus aflatoxigênicos em amostras de amendoim. Foram coletadas amostras diretamente do produtor (Petrolândia-PE) e da Central de Abastecimento de PE (CEASA) e em seguida embaladas dentro/fora da vagem e submetidas à irradiação por bomba de cobalto-60 nas doses de 0, 6, 9, 12 e 15 kGy, em triplicatas. O material foi dividido em duas partes: a) para realizar a análise nutricional do material irradiado e não irradiado; e b) para a análise fúngica, antes e após a irradiação. Os resultados mostraram que as amostras originadas da CEASA-PE apresentaram as maiores taxas de contaminação, não apenas com amendoim não submetido à irradiação, como também para aquelas amostras submetidas às doses de 6, 9 e 12 kGy. A dose de 15 kGy foi a mais eficiente no controle do Aspergillus aflatoxigênicos, para ambas as procedências, conseguindo eliminar a ação dos fungos, independentemente dos tratamentos utilizados. Apenas uma amostra não irradiada, originada da CEASA-PE, apresentou produção positiva de aflatoxinas em meio LCA. Não ocorreram diferenças nos valores dos parâmetros nutricionais observados, com o aumento da dose de radiação a que as amostras foram submetidas. A irradiação mostrou-se um processo eficaz para conservação de amendoins, pois previne o crescimento de fungos, principalmente Aspergillus aflatoxigênicos, evitando também a presença da aflatoxina no alimento, tornando-o mais seguro para consumo, sem provocar alterações na composição nutricional do amendoim
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9655
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7538_1.pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.