Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9623
Title: O trabalho no mundo do capital financeiro e seus efeitos sobre a saúde mental do trabalhador : a relação processo de trabalho e saúde psíquica do trabalhador bancário a partir do estudo do caso BBVA Banco em Recife/PE, Nordeste do Brasil
Authors: SANTANNA, Vânia Lima de
Keywords: Assistência Social; Trabalho bancário; Internacionalização do capital; Globalização; Capital financeiro; Trabalhador e saúde mental; Sofrimento psíquico
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lima de Santanna, Vânia; Bernardete Ferreira de Macêdo, Maria. O trabalho no mundo do capital financeiro e seus efeitos sobre a saúde mental do trabalhador : a relação processo de trabalho e saúde psíquica do trabalhador bancário a partir do estudo do caso BBVA Banco em Recife/PE, Nordeste do Brasil. 2005. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: Este estudo tem como objetivo analisar a relação trabalho e saúde no setor bancário. Trata-se de um estudo de caso em que o BBVA Banco, uma instituição financeira internacional, com agências instaladas em todo o Brasil, incluindo a cidade do Recife/Pernambuco, é o objeto de observação. Buscou-se a compreensão da relação trabalho e saúde no atual contexto de internacionalização do capital e do avanço tecnológico, assim como a compreensão da organização e gestão do processo de trabalho bancário diante dos contextos econômico, social e político dos anos 90 e seus efeitos sobre a saúde mental do trabalhador, assim como detectar e compreender os efeitos gerados pelas sucessivas vendas que os trabalhadores dessa organização experienciaram. Nesse sentido, foi levantada a hipótese de que a introdução de novas tecnologias provoca mudanças na organização e gestão do processo de trabalho bancário com repercussões sobre a saúde mental do trabalhador. Para tanto, entrevistas dirigidas, mas não-diretivas foram aplicadas aos trabalhadores que vivenciaram as sucessivas transições administrativas desde a primeira venda que o banco sofreu em 1995. Buscou-se ainda informações acerca da empresa junto à mesma e informações sobre desemprego e saúde ocupacional em diversos órgãos como o Ministério do Trabalho e Emprego, a Previdência Social, Sindicato dos Bancários e outros. Feita a revisão bibliográfica, o levantamento dos dados e posterior tratamento e análise, chegou-se à confirmação da hipótese. Os resultados da pesquisa evidenciaram que: a) as fusões e incorporações de bancos a instituições internacionais nos anos 90 representaram o desfecho do processo de mundialização do capital financeiro no Brasil, iniciado desde a década de 30; b) a introdução de novas tecnologias afeta a organização do processo de trabalho e a gestão da força de trabalho, modificando a gênese das atividades, a divisão social do trabalho e intensifica a extração da mais-valia; c) a sofisticada automação dos bancos internacionais limita a compreensão, a liberdade e a criatividade do trabalhador acerca do processo de trabalho; d) a organização do processo de trabalho automatizado gera o sofrimento psíquico; e) os trabalhadores apresentaram comportamentos de isolamento, indiferença, apatia, desengajamento e desânimo, como também estratégias defensivas como a idealização, a racionalização, a negação e a repressão; f) o medo do desemprego é o maior medo sentido e, portanto, um instrumento de controle social aplicado aos trabalhadores; g) o prazer vivenciado pelos trabalhadores é relativo, momentâneo, fragmentado e parcial. Daí, por fim, propõe-se uma reflexão acerca do trabalho enquanto processo constitutivo do ser que deve proporcionar a este não apenas a satisfação de suas necessidades ao produzir valores de uso, mas felicidade, prazer em plenitude, e, sobretudo, Saúde
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9623
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8998_1.pdf886.18 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.