Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9611
Title: Fissuras labiopalatinas: alterações morfofuncionais e avaliação do tratamento
Authors: MELO, Edna Maria Costa de
Keywords: Crescimento orofacial; Fissura labiopalatina; Ortopedia précirúrgica; Índice oclusal aos cinco anos de idade (FYOI)
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Costa de Melo, Edna; Bechara Coutinho, Sonia. Fissuras labiopalatinas: alterações morfofuncionais e avaliação do tratamento. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Essa dissertação foi estruturada sob forma de uma revisão de literatura e um artigo original. O capítulo de revisão fornece informações sobre as alterações provocadas pelas fissuras labiopalatinas, suas repercussões sobre o complexo maxilomandibular, o tratamento pré-cirúrgico e avalia as alterações sobre os arcos dentários após a realização da palatoplastia. Foram utilizados livros, teses e artigos publicados em periódicos indexadas nas bases de dados Mediline, Lilacs, Scielo e Biblioteca Cochrane, através dos descritores cleft lip and palate, infant orthopedics, FYOI- five years old index e facial growth. As fissuras labiopalatinas e cirurgias primárias interferem sobre os arcos dentários alterando a morfologia e fisiologia do complexo orofacial. Existem controvérsias no manejo do portador de fissura com relação ao tratamento pré-cirúrgico, a idade para realização das cirurgias primárias e as técnicas cirúrgicas mais adequadas. As avaliações dos resultados dos tratamentos podem ser realizadas através de modelos de estudo em gesso. É um método prático, não invasivo e visualiza as estruturas dos arcos dentários oferecendo condições de acompanhar as fases do crescimento e mensurar os resultados do tratamento. Tem sido largamente utilizado para avaliar as alterações das cirurgias primárias sobre o complexo orofacial na dentadura decídua. Conclui-se que a utilização de indicadores padronizados possibilita a avaliação dos tratamentos cirúrgicos e facilita a normatização de um protocolo dos serviços de referência que proporcione melhores resultados anatômicos e funcionais para o paciente portador de fissura. O artigo original, intitulado Avaliação da relação maxilo-mandibular em crianças portadoras de fissura transforame incisivo unilateral pós-palatoplastia, avaliou os graus de alteração na oclusão dos arcos dentários de crianças com dentadura decídua completa, após a realização da palatoplastia. Trata-se de um estudo descritivo, tipo série de casos, com 45 crianças de três a seis anos, portadoras de fissura transforame incisivo unilateral, recrutados entre maio de 2006 a fevereiro de 2007 no Centro de Atenção aos Defeitos da Face do Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira - Cadefi. Foram aplicados questionários às mães contendo informações sobre dados socioeconômicos, demográficos e do atendimento às crianças. Foram realizadas fotografias da face, elaborados modelos de estudo em gesso para avaliação dos escores do índices oclusais de má oclusão e verificadas as alterações entre os arcos dentários. A média dos escores foi 2,62 indicando uma relação maxilo-mandibular satisfatória, contudo 15% dos pacientes tinham prognóstico desfavorável, enquanto que 44,4% deles apresentaram menores alterações para o crescimento maxilar. Esse estudo permite a avaliação dos resultados cirúrgicos, podendo contribuir para diagnosticar e tratar precocemente as seqüelas decorrentes das cirurgias primárias realizadas no portador de fissura transforame incisivo unilateral
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9611
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8394_1.pdf721.16 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.