Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9601
Title: Balanço hídrico e de energia em solo cultivado e sem vegetação, para as condições do brejo paraibano
Authors: Romualdo De Sousa Lima, José
Keywords: Balanço hídrico; razão de Bowen; Brejo
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Romualdo De Sousa Lima, José; Celso Dantas Antonino, Antônio. Balanço hídrico e de energia em solo cultivado e sem vegetação, para as condições do brejo paraibano. 2004. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Em áreas de agricultura de sequeiro a quantificação das perdas de água, por meio da evapotranspiração da cultura e da evaporação do solo, assume grande importância. Os métodos utilizados para se medir a evapotranspiração e/ou evaporação variam de técnicas de medições diretas, usando os lisímetros, a medições dos balanços de água e de energia. Os lisímetros de precisão possuem um alto custo, e por isso só são utilizados em áreas com pesquisas mais refinadas. Os métodos do balanço hídrico e do balanço de energia, vêem sendo muito utilizados devido à sua simplicidade, robustez e menor custo. Em face ao exposto, o presente trabalho objetivou avaliar os componentes do balanço hídrico e do balanço de energia em solo cultivado com feijão caupi e sem vegetação, além de se fazer comparações entre os métodos de determinação da evapotranspiração do feijão caupi. Para tal, foram realizados dois experimentos: um no ano de 2002 e outro no ano de 2003, sendo que o plantio da cultura foi realizado numa área de 4 ha do Centro de Ciências Agrárias, UFPB, localizada no município de Areia, PB (6o 58? S, 35o 41? W). Para a determinação do balanço de energia, a área foi instrumentada com um pluviógrafo, um piranômetro, um radiômetro e sensores para medidas da temperatura e da umidade relativa do ar e da velocidade do vento, em dois níveis acima da superfície do solo. Dois locais, no solo foram instrumentados, cada um com duas sondas térmicas instaladas horizontalmente nas profundidades de z1 = 2,0 cm e z2 = 8,0 cm, e um fluxímetro, para a medida do fluxo de calor no solo, a z1 = 5,0 cm. Essas medidas foram armazenadas a cada 30 minutos num datalogger. Para a determinação do balanço hídrico, foram instalados três sítios tensio-neutrônicos, contendo um tubo de acesso para sonda de nêutrons e oito tensiômetros. Pelos resultados dos componentes do balanço de energia verificou-se que o método aerodinâmico correlacionou-se muito bem com o método da razão de Bowen, para todas as condições atmosféricas e de conteúdo de água do solo. Em média, para os dois anos estudados, 72% da radiação líquida foi utilizada para o processo de evapotranspiração da cultura. Com relação à comparação dos métodos do balanço hídrico e do balanço de energia, verificou-se que ambos podem ser usados para a determinação da evapotranspiração da cultura e da evaporação do solo sem vegetação, e que independentemente do método utilizado o maior consumo de água pela cultura ocorreu na fase reprodutiva. Os valores médios da evapotranspiração da cultura no ano de 2002 foram de 4,33 mm dia-1 e 3,98 mm dia-1, determinados pelos métodos do balanço hídrico e do balanço de energia, respectivamente. Já para o ano de 2003 esses valores foram de 4,2 mm dia-1 e 4,1 mm dia-1. Verificou-se também que a cultura do feijão caupi não experimentou estresse hídrico nos dois anos estudados
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9601
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9041_1.pdf2.78 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.