Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9596
Title: Câncer infantil: percepções maternas e estratégias de enfrentamento
Authors: Rosa Lins Rodrigues Beltrão, Marcela
Keywords: Câncer; Doença crônica; Diagnóstico; Criança; Família; Apoio social
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rosa Lins Rodrigues Beltrão, Marcela; Gorete Lucena de Vasconcelos, Maria. Câncer infantil: percepções maternas e estratégias de enfrentamento. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: A construção deste estudo, tendo como temática o câncer infantil, se fez em duas partes, sendo a primeira, uma revisão de literatura em seus aspectos gerais e no marco teórico adotado, e a segunda consistindo de um artigo original acerca da percepção materna diante do diagnóstico de câncer no filho e as estratégias de enfrentamento da doença. O capítulo de revisão busca aprofundar o conhecimento sobre o câncer infantil, o impacto biopsicossocial na família resultante da descoberta da doença, e como a rede de apoio social funciona no suporte aos familiares. A segunda parte tem como objetivo analisar a percepção materna frente ao diagnóstico de câncer no filho e as estratégias de enfrentamento da doença. Realizou-se uma busca sistemática na literatura, a partir de artigos científicos indexados nos bancos de dados Lilacs, Scielo, Medline e Capes, além de livros, dissertações e teses, utilizando-se Descritores em Ciências da Saúde. O artigo original foi construído a partir de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de estudo descritivo exploratório, com base em relatos de 10 mães acompanhantes, seguindo o método de amostragem por saturação. Neste, o setting da investigação foi a Unidade de Oncologia Pediátrica do Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira (IMIP), em Pernambuco. Os relatos foram coletados no período de março a maio de 2006, utilizando técnicas de observação e entrevista gravada em resposta a três questões norteadoras. Utilizando a análise de conteúdo, modalidade temática transversal, foram extraídos os temas recorrentes do corpus das categorizações. A revisão da literatura evidenciou que o diagnóstico do câncer infantil, além das conseqüências biológicas, desestrutura a dinâmica e as relações familiares, reconstituindo-se com o auxílio da rede de apoio social. No artigo original, as percepções maternas do momento vivido sobressaíram-se nos temas: atitudes e sentimentos revelados na descoberta da doença; o esclarecimento como subsídio para o enfrentamento, e o apoio social. O diagnóstico do câncer infantil na perspectiva materna, analisado no estudo, revela-se como uma experiência complexa, permeada de significados, em que a rede de apoio social se apresenta como suporte para o enfrentamento da doença
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9596
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8392_1.pdf405.71 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.