Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/953
Title: Aspectos da dinâmica populacional da Sapuruna haemulon aurolineatum (Cuvier, 1830) no litoral de Pernambuco, Brasil
Authors: Maria de Lima da Silva, Mércia
Keywords: Haemulon aurolineatum;Idade e crescimento;Reprodução
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria de Lima da Silva, Mércia; Paula Teixeira Lessa, Rosangela. Aspectos da dinâmica populacional da Sapuruna haemulon aurolineatum (Cuvier, 1830) no litoral de Pernambuco, Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Haemulon aurolineatum é uma espécie marinha, habitando prados de fanerógamas, fundos de areia e recifes de coral. Formam cardumes e alimentam-se de pequenos crustáceos, moluscos e utros invertebrados bênticos, plâncton e algas. Juvenis são encontrados em estuários, permanecendo nele até a fase adulta, voltando em seguida ao mar. Recurso de fauna acompanhante mais abundante (25%), nas capturas do saramunete (Pseudupenneus maculatus), pescado com covo, na costa de Pernambuco. De outubro de 2001 a setembro de 2002, foram coletados 442 indivíduos (227 machos, 200 fêmeas e 15 de sexo não identificado), provenientes da frota artesanal de Ponta de Pedras, Goiana-PE. O Comprimento Total (CT) variou de 2,0 ? 23,3 cm, com uma maior frequência entre 17,0 ? 22,0 cm. Dentre os indivíduos capturados, 8,4% das fêmeas e 8,9% dos machos, estiveram abaixo do tamanho de primeira maturação sexual (L50), que foi de 15,0 cm e 15,3 cm CT, respectivamente. Foram classificados macro e microscopicamente 04 estádios de maturação gonadal, para machos e fêmeas. A proporção sexual apresentou diferença significativa para o mês de abril. A época de desova estimada através do RGS e do fator de condição, não apresenta período definido. A desova é parcelada intermitente, uma vez que não foram encontradas gônadas no estádio Repouso. O diâmetro dos ovócitos maduros foi de 360 mm. A fecundidade parcial variou de 4.129 a 51.664. Os dados de idade e crescimento foram obtidos através de contagem de anéis etários, em lâminas semi-finas, depositados em otólitos sagitae. Utilizando o retrocálculo e o comprimento observado em idade, os parâmetros de crescimento segundo von Bertalanffy foram: L¥ = 24,17 cm; K= 0,2336/ano e t0 = (-0,8552) anos. A análise do Incremento Marginal mostra que a mudança de idade ocorre no mês de abril, e um novo anel se forma a partir de maio
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/953
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.