Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/949
Título: Avaliação do impacto causado por embarcações de turismo no comportamento do boto-cinza (Sotalia fluviatilis) na Baía dos Golfinhos, Tibau do Sul, RN, Brasil
Autor(es): CARRERA, Maria Luiza Roselli
Palavras-chave: Boto-cinza;Sotalia fliviatilis;Impacto de Embarcações de Turismo
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Luiza Roselli Carrera, Maria; Camargo Guarnieri, Míriam. Avaliação do impacto causado por embarcações de turismo no comportamento do boto-cinza (Sotalia fluviatilis) na Baía dos Golfinhos, Tibau do Sul, RN, Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: A espécie em estudo possui habitat costeiro e promove grande curiosidade dos seres humanos, sendo a visualização do boto cinza um dos principais atrativos de passeios turísticos no Brasil. Este estudo teve como objetivo avaliar o impacto causado pelas embarcações de turismo na presença e no comportamento do boto cinza (Sotalia fluviatilis) na Baía dos Golfinhos. Para isso, o trabalho foi dividido em duas fases. Na primeira fase, os meses de setembro e outubro, totalizando 38 dias, foram empregados para observações de reconhecimento, tanto dos animais quanto das embarcações. Na segunda fase, as embarcações foram observadas por tempos iguais de permanência na Baía, em três situações seqüenciais: ausência de embarcação, presença de embarcação e ausência após a presença de embarcação, isto é, o mesmo tempo que a embarcação permanecia na Baía, foi utilizado tanto na chegada quanto após a saída da mesma. Os animais foram observados durante 6 horas seguidas, registrando os comportamentos de alimentação e o número de animais presentes na Baía. Houve uma redução significativa quanto ao número médio de indivíduos no momento em que a embarcação permaneceu na Baía. Na categoria comportamental analisada também ocorreu uma redução significativa quando a embarcação visitou o local. Os resultados apontam para uma influência negativa das embarcações de turismo, indicando a necessidade de um melhor plane jamento turístico levando em consideração a presença dos animais na Baía. Para minimizar o impacto humano, nós sugerimos que as embarcações não entrem na baía e permaneçam com o motor desligado. Algumas de nossas recomendações de medidas defensivas incluem a redução do período de permanência e menos embarcações ao mesmo tempo na área
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/949
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1996_1.pdf194,75 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.