Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9450
Title: Análise do funcionamento do registro hospitalar de câncer, em três cidades do nordeste brasileiro
Authors: Reis do Nascimento, Lucia
Keywords: Câncer; Registros hospitalares; Avaliação; Modelo lógico; Estrutura; Processo
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Reis do Nascimento, Lucia; Valongueiro Alves, Sandra. Análise do funcionamento do registro hospitalar de câncer, em três cidades do nordeste brasileiro. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O Registro Hospitalar de Câncer (RHC) representa um instrumento indispensável para conhecimento e monitoramento da morbimortalidade por câncer, fornece subsídios para tomada de decisões por parte dos gestores de saúde em todos os níveis, porém pouco se sabem sobre as condições de funcionamento desses registros no Brasil, principalmente os da rede pública de saúde. Trata-se de um estudo de casos múltiplos, exploratório, descritivo cujo objetivo principal foi avaliar o funcionamento de RHC em três unidades de atenção oncológica no nordeste brasileiro, nas dimensões estrutura e processo, utilizando-se um modelo lógico e uma matriz de indicadores, contemplando a contextualização organizacional, com observação direta e entrevistas com os integrantes dos registros e os diretores das instituições. Os resultados mostram que os três registros de câncer apresentavam diversos pontos críticos, relacionados à estrutura e processo, que comprometiam seu funcionamento. Na dimensão estrutura, todos os registros funcionavam em espaço físico compartilhado com outras atividades, apenas um registro tinha funcionários e equipamentos exclusivos e nenhum tinha rotinas internas escritas, registro das atividades e Comissão Assessora. Destacaram-se a falta de suporte das coordenações estaduais e da informática do hospital e a falta de recursos financeiros destinados à manutenção dos registros. Na dimensão processo, não havia verificação de inconsistências na coleta e digitação dos dados, as equipes não tinham conhecimento sobre a cobertura dos registros e não havia qualquer publicação dos resultados dos RHC, nem utilização das informações no planejamento dos hospitais. O funcionamento dos três registros estudados foi classificado como incipiente
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9450
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6502_1.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.