Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/945
Título: A internacionalização da indústria de charutos e cigarrilhas: o caso Menedez Amerino
Autor(es): Moraes da Silva, Itiel
Palavras-chave: Processo e Estratégia de Internacionalização; Modelo Diamante; RBV; Uppsala; Charutos e cigarrilhas
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Moraes da Silva, Itiel; Fernando Araújo de Moraes, Walter. A internacionalização da indústria de charutos e cigarrilhas: o caso Menedez Amerino. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: O problema que motivou esta pesquisa foi o de entender como se desenvolveu a estratégia de internacionalização da Menendez Amerino, no período de 1979 e 2006. Considerando isso, foram aplicados questionários que guiaram o estudo sob a perspectiva de três teorias norteadoras: a do Modelo Sueco de Internacionalização; a Teoria dos Determinantes da Vantagem Nacional e a Resource-Based View of the Firm (RBV). Buscando descobrir as perspectivas dos respondentes sobre essas teorias, um estudo de caso qualitativo foi desenvolvido. A estratégia metodológica de estudo de caso qualitativo foi considerada apropriada para esclarecer o problema de pesquisa e para investigar o processo e a dinâmica do fenômeno da internacionalização, em uma perspectiva longitudinal. Foram realizadas treze entrevistas com os seis respondentes que compõem a amostra. Utilizou-se o método de entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados in loco, individualmente, com os sujeitos entrevistados. A análise dos dados possibilitou a descrição e a interpretação do fenômeno investigado. Foram encontradas quatro fases marcantes na trajetória de vida da empresa estudada. Na maior parte do período analisado, o processo de formação das estratégias com base no incrementalismo lógico esteve presente na organização. Do ponto de vista do Modelo Sueco, percebe-se que a empresa comportou-se de formas diferentes em dois momentos: no primeiro, corroborando; e, no segundo, parcialmente discordando. A utilização de networks como ferramenta de internacionalização, evidenciou-se desde a fundação da empresa, sendo essa uma variável crucial para sua atuação no mercado externo. A partir dos achados combinados com a análise documental, identifica-se que a vantagem competitiva presente na indústria de charutos e cigarrilhas baseia-se em um ou dois vértices do Determinante Nacional (Condições de Fatores e Indústrias Correlatas e de Apoio). Com relação aos recursos internos da Menendez Amerino, destacaram-se a cultura organizacional, o gerenciamento de informações, a mão-de-obra, a reputação, P&D e os relacionamentos específicos com fornecedores, distribuidores e clientes. Observou-se que a habilidade de gerir esses recursos resulta em certa ambigüidade perante as empresas rivais, sendo esta uma das fontes de sua vantagem competitiva sustentável
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/945
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1239_1.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.