Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9434
Title: A reestruturação do mundo do trabalho e a constituição do sujeito empreendedor : o caso do Porto Digital
Authors: Da Cruz Monteiro Fernandes, Nelson
Keywords: Empreendedores; Política Governamental; Trabalho; Porto Digital; Tecnologia da Informação; Sociologia
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Da Cruz Monteiro Fernandes, Nelson; Ferreira, Jonatas. A reestruturação do mundo do trabalho e a constituição do sujeito empreendedor : o caso do Porto Digital. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A proposta deste estudo é discutir e analisar as características do trabalho vigente no cenário contemporâneo em uma situação social marcada pela reestruturação das atividades produtivas, que requerem mudanças tanto no tipo de conhecimento quanto no tipo de comportamento para enfrentar essa nova conjuntura. Com uma análise contextualizada das particularidades regionais do Pólo de Tecnologia da Informação e Comunicação pernambucano Porto Digital -, pretendemos aprofundar a compreensão sobre a formação desse novo trabalhador, saber como administra a carreira e as condições de trabalho. A partir dos estudos teóricos que apontam o surgimento de um novo perfil de trabalhador na virada do século XXI, aliado ao discurso empreendedor propalado de forma quase que apologética desde os anos 80, deram origem ás problematizações que nos levaram ao desenvolvimento desta pesquisa. Se faz-se necessário um novo trabalhador, de que maneira isso se dá na prática? Será que podemos denominá-lo realmente de um trabalhador empreendedor? Como os fatores locais afetam isso? Será que esse trabalhador empreendedor seria o alvorecer de uma nova qualidade de vida para os profissionais ou seria simplesmente para atender as necessidades dos empregadores? Os resultados mostram uma variedade de elementos que condicionam as relações de trabalho nas empresas inseridas num contexto periférico, sugerindo assim que as grandes homogeneidades da época taylorista aqui deram lugar a múltiplas formas de organização e uso da força de trabalho. Então a reestruturação produtiva pode ser pensada como um processo conflitante, onde a contradição se encontra em novas formas de exploração e de composição das relações de trabalho
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9434
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4235_1.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.