Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9399
Title: A construção social da violência contra idosos
Authors: Maria Vieira Pereira, Marlene
Keywords: Idosos; Velhice; Violência.
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Vieira Pereira, Marlene; de Fátima de Souza Santos, Maria. A construção social da violência contra idosos. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: O presente estudo investigou a violência familiar contra idosos a partir do detalhamento da percepção dos fatores de risco, das relações de poder e da desqualificação social. A pesquisa foi conduzida com o objetivo de: refletir sobre a questão da velhice na sua dimensão social; pensar a condição daquele que envelhece e a categoria social para a qual é remetida, a relação de poder manifesta no seu cotidiano; compreender qual o significado da desqualificação social da velhice, presente como causa desencadeadora da violência narrada nos processos analisados; perceber o modo como os idosos gerem essa nova condição de vítima; e como a partir da resistência presente no ato de denunciar esta violência buscam reconstruir suas vidas e identidades de sujeitos. Foram analisados oito (8) processos concluídos pela Promotoria do Idoso de Pernambuco em 2006 envolvendo idosos em situação de violência. Dos atendimentos da promotoria do idoso em 2006 encontramos que a situação de violência manifesta em cento e quarenta (140) casos acompanhados no curso do ano. Nesse universo, constatamos que quinze (15) denúncias continuam em andamento, cento e vinte cinco (125) dos casos estão em processo de apuração dos fatos e completude das informações que possibilitem a sua conclusão. Chegamos assim, ao recorte de nossa pesquisa, os oitos (8) "Casos Resolvidos", processos assim designados pela Promotoria do Idoso por terem sido concluídos e arquivados cujos dados são de domínio público, portanto a amostra da pesquisa. O nosso foco de investigação foi à relação entre a desqualificação do idoso enquanto ator social e a violência cometida contra ele que passa a ser publicizada a partir das denúncias. Entendemos a denúncia, como uma das formas de resistência do idoso que impõe a sociedade sua presença, participando do cotidiano social lutando por um espaço e revelando situações de desrespeito, discriminação e violência a que são submetidos. Nos estudos realizados confirmamos nossa hipótese de que a desqualificação social desse grupo promove um endosso tácito e silencioso por parte da família e da sociedade que aceitam com naturalidade os casos de violência, abandono, negligências e abusos que são cometidos. A velhice conta pouco nas relações sociais, e sua presença encontrase revestida de significados irônicos e depreciativos. Assim, concluímos que entre a visibilidade numérica e o espaço social da velhice interpõe-se um fosso aprofundado diariamente pela inexistência de um processo de inclusão da velhice no contexto social e cultural brasileiro
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9399
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3764_1.pdf628.05 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.