Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9363
Title: Complexos de inclusão ácido fumarprotocetrárico: 2- hidroxipropil-β- ciclodextrina: preparação, caracterização e encapsulação em lipossomas
Authors: CAMPOS, Thiers Araújo
Keywords: ácido fumarprotocetrárico;2-hidroxipropil-β-ciclodextrina;lipossomas
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Araújo Campos, Thiers; . Complexos de inclusão ácido fumarprotocetrárico: 2- hidroxipropil-β- ciclodextrina: preparação, caracterização e encapsulação em lipossomas. 2012. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde Humana e Meio Ambiente, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.
Abstract: Isolado da Cladonia verticillaris, o ácido fumarprotocetrárico (AF) apresenta diversas propriedades biológicas. O seu uso terapêutico ainda é limitado devido a sua baixa hidrofilicidade. As ciclodextrinas são oligossacarídeos cíclicos que podem formar complexos de inclusão com compostos lipofílicos, aumentando a hidrossolubilidade. Os lipossomas vêm se destacando nas pesquisas por incorporar uma variedade de compostos com características fisco-química desfavoráveis. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e caracterizar complexos de inclusão ácido fumarprotocetrárico:2-hidroxipropil-β-ciclodextrina e incorporar em lipossomas. Os parâmetros de validação foram estudados segundo as exigências da Conferência Internacional de Padronização de Uso Humano (ICH). Os xiv complexos de inclusão foram preparados por liofilização e caracterizados físicoquimicamente. Os lipossomas contendo o AF ou complexo de inclusão AF:HPβCD foram preparados pelo método de hidratação do filme lipídico, submetidos a ensaios de estabilidade e consequentemente a avaliação do perfil cinético de liberação in vitro. A linearidade foi determinada através da equação da reta Absorvância = 0,1119x[AF]+ 0,0071(r2=0,999). A exatidão foi atestada na recuperação do AF no complexo de inclusão. Os coeficientes de variação nos ensaios de precisão intermediária e robustez apresentaram valores inferiores a 5%, caracterizando o método como preciso e robusto. Os limites de detecção e quantificação do AF foram de 0,24 e 0,74 mg.mL-1, respectivamente. O método também demonstrou ser reprodutível, simples e específico. O diagrama de solubilidade de fases de AF:HPβCD apresentou uma curva do tipo AL, com K1:1 = 58 M-1. Na presença de 300 mM de HPβCD, a solubilidade do AF aumentou 19 vezes. O complexo de inclusão AF:HPβCD apresentou modificações no IV, RMN 1H, difração de raios-X, microscopia e DSC, sugerindo a formação do complexo de inclusão. Após o processo de preparação, as formulações lipo-AF e lipo-AF:HPβCD demonstraram-se homogêneas com efeito tyndall. O diâmetro médio e o índice de polidispersão das vesículas foram 85,8 ± 4,5 nm e 0,41 ± 0,14 para lipo-AF e; 86,5 ± 1,41 nm e 0,24 ± 0,05, para lipo-AF:HPβCD. As formulações lipo- AF:HPβCD mantiveram-se estáveis após 60 dias quando as suspensões são armazenadas a 4ºC. Avaliando o perfil cinético de liberação in vitro do AF a partir dos complexos AF:HPβCD e lipo-AF:HPβCD observou-se uma liberação lenta e controlada entre 4 h e 12 h, respectivamente. Estes resultados demonstram que a complexação do AF a ciclodextrina, e sua incorporação em lipossomas, proporcionou uma melhoria na estabilidade e hidrossolubilidade do composto, viabilizando, portanto, seu uso terapêutico
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9363
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde Humana e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tac.pdf1.94 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.