Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9311
Título: Detecção de Micronúcleo em Hemócitos de Biomphalaria glabrata exposto a Radiação Gama de 60Co
Autor(es): SILVA, Luanna Ribeiro Santos
Palavras-chave: Genotoxicidade ambiental; Micronúcleo; Hemócitos; Biomonitoramento; Biomphalaria glabrata; Radiação; 60Co
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ribeiro Santos Silva, Luanna; Borges da Silva, Edvane. Detecção de Micronúcleo em Hemócitos de Biomphalaria glabrata exposto a Radiação Gama de 60Co. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: As radiações ionizantes podem induzir mutações gênicas, aberrações cromossômicas e morte celular. Recentemente, começou a haver grande empenho no desenvolvimento de técnicas que auxiliem na compreensão desses possíveis danos biológicos surgidos após exposições dos organismos a certas doses de radiação ionizante. Dentre estas técnicas, o teste do micronúcleo tem se mostrado um ótimo biomarcador de efeitos de genotoxicidade do dano ao DNA. Esta técnica também pode ser utilizada para detecção de genotoxicidade ambiental, na biomonitoração. O molusco Biomphalaria glabrata, devido às suas características biológicas e ambientais, tem se apresentado como um ótimo modelo experimental, possibilitando a avaliação de efeitos produzidos por agentes físicos e químicos. Diante disso, o presente trabalho visou detectar os efeitos genotóxicos da radiação gama de 60Co em hemócitos de Biomphalaria glabrata, por meio do teste do micronúcleo, bem como estabelecer este ensaio como um novo biomarcador ambiental. Os moluscos foram divididos em grupos e submetidos a dose de 0 (controle), 25, 35, 45 e 55 Gy de radiação gama. Após 48 horas da irradiação, a hemolinfa dos moluscos foi coletada e analisada em microscópios óptico e de fluorescência. As lâminas foram coradas com Giemsa e hoechst 33258, posteriormente foram analisadas quanto ao número de hemócitos, alterações nucleares e frequência de micronúcleos. A análise estatística foi realizada por meio do Teste do c2, ANOVA e teste de Tukey, com p<0,05. Os resultados obtidos demonstram que moluscos adultos de B. glabrata se mostraram sensíveis aos efeitos da radiação gama de 60Co. Na dose 35 Gy apresentaram um número menor de hemócitos, enquanto que os expostos a 55 Gy uma maior quantidade de hemócitos. Os hemócitos dos moluscos irradiados apresentaram alterações morfológicas e aterações celulares nas doses de 35, 45 e 55 Gy, sendo a dose de 55 Gy a mais radiotóxica. A freqüência de micronúcleos não foi dose-dependente, porém apresentou diferença significativa entre o grupo controle e os grupos irradiados. Pode-se concluir que a análise morfológica e a frequência de micronúcleo de hemócitos de Biomphalaria glabrata são parâmetro
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9311
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2675_1.pdf5,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.