Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9307
Título: Estudo mecanístico da síntese de alquilfenilselenetos, pela reação tipo Zn-Barbier em meio aquoso
Autor(es): ANJOS, Jóse Ayron Lira dos
Palavras-chave: Reação de Barbier; Relógio radicalar; Fenilselenetos
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ayron Lira dos Anjos, Jóse; Wilhelm Bieber, Lothar. Estudo mecanístico da síntese de alquilfenilselenetos, pela reação tipo Zn-Barbier em meio aquoso. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: Alquilfenilselenetos são intermediários sintéticos bastante versáteis. Em adição a métodos tradicionais, um método de síntese foi desenvolvido por Bieber envolvendo haletos orgânicos e disseleneto de difenila na presença de zinco em acetonitrila / água para uma ampla classe de substratos. A falta de precedentes no entendimento desta reação limita a escolha das condições que favoreçam a obtenção dos melhores resultados; isto nos impulsionou a investigar o mecanismo da reação. O estudo consiste em analisar o comportamento da reação envolvendo haletos de alquila com diferente grau de impedimento e reatividade. Em outros experimentos usamos haletos que indicam o envolvimento de espécies radicalares através de rearranjos unimoleculares rápidos e verificamos a suscetibilidade deste comportamento pela modificação das condições utilizadas, tais como, o pH da solução aquosa, a superfície ativa e o modo de adição do zinco, a concentração do disseleneto, a quantidade e natureza do solvente orgânico, o uso de sais de metais de transição ou de inibidores ou de promotores radicalares, além da aplicação de rotas alternativas que promovam especificamente a redução do disseleneto ou do haleto de alquila. A análise dos resultados indica uma competição entre os mecanismos SN2 e SRN1, sendo o mecanismo SN2 favorecido em reações com haletos primários e secundários, caso em que o mecanismo do tipo SRN1 aparece apenas como um caminho secundário; contudo em reações que envolvem haletos de alquila terciários o mecanismo do tipo SRN1 ocorre como o único mecanismo possível e fornece o produto em rendimentos preparativos quando se utiliza excesso do halogeneto de alquila
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9307
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Química

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4308_1.pdf2,79 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.