Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9301
Title: A atuação do profissional de enfermagem da estratégia saúde da família no Sistema de Proteção Socioassistencial para Criança e Adolescente vítima de violência doméstica em Picos/Pi
Authors: DEUS, Mariluska Macêdo Lôbo de
Keywords: Papel profissional;Notificação;Saúde da Família;Violência na Família
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Macêdo Lôbo de Deus, Mariluska; Pereira Viana Schmaller, Valdilene. A atuação do profissional de enfermagem da estratégia saúde da família no Sistema de Proteção Socioassistencial para Criança e Adolescente vítima de violência doméstica em Picos/Pi. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Este estudo aborda a violência e suas manifestações na contemporaneidade, conceituada como fenômeno social e expressão da questão social. Entendemos a violência como problema de saúde pública. Suas características variam de acordo com as relações de gênero, geração, familiares, contexto social e cultural envolvidas. Esta pesquisa teve o objetivo analisar atuação do enfermeiro da Equipe Saúde da Família diante dos casos suspeitos e/ou confirmados de violência doméstica contra criança e adolescente no município de Picos/PI. Tratase de pesquisa qualitativa, de base exploratória explicativa. O período de realização da pesquisa foi maio a agosto de 2010. A coleta de dados foi realizada por entrevista, analise documental e observação assistemática com 06 enfermeiros que atuam nas unidades saúde da família, situadas na zona urbana da cidade. Os dados foram sistematizados e submetidos à técnica de análise de conteúdo. A violência doméstica foi identificada por todas as enfermeiras no cotidiano da unidade de saúde, a notificação e encaminhamento a rede de proteção socioassistencial apresentou resultados distintos entre as pesquisadas. Como resultado da pesquisa, podemos evidenciar que não existe consenso em torno de como deve ser feito o atendimento da vítima, percebemos a partir de então que a maioria dos sujeitos da pesquisa já se deparou com casos de violência, porém algumas afirmaram que não possuem conhecimento e, portanto, não sentem segurança para acolher, notificar e encaminhar as vítimas suas famílias a rede de proteção. A pouca qualificação na Atenção Básica sobre o tema foi mencionado como um entrave e desafio no agir profissional. Concluímos afirmando a relevância da atuação do profissional de enfermagem na prevenção e situações de violência doméstica, na defesa da garantia dos direitos sociais conquistados pela criança e adolescente, na melhoria da rede de atenção e, principalmente, em defesa dos princípios do SUS
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9301
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2580_1.pdf709.46 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.