Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9299
Title: A família em foco: representações e práticas de profissionais que atendem crianças e adolescentes vítimas de violência intrafamiliar
Authors: Viader Sauret, Gerard
Keywords: Violência na família; Serviços de saúde; Serviços de saúde da criança; Serviço de saúde do adolescente
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Viader Sauret, Gerard; Maria Carneiro, Rosa. A família em foco: representações e práticas de profissionais que atendem crianças e adolescentes vítimas de violência intrafamiliar. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: O presente estudo de caso interpretativo tem por objeto a relação entre as representações sociais e as práticas de atendimento ao grupo familar dos profissionais que trabalham em um centro de referência para crianças e adolescentes vítimas de violência, pertencente à rede pública de saúde do Recife, Brasil. Concretamente, são focadas as representações sobre a violência contra crianças e adolescentes, seus autores e as famílias atendidas no referido serviço. Para tanto foram aplicadas dez entrevistas em profundidade (EP) a profissionais de psicologia, serviço social e educação social. Também foi realizada observação participante, visando triangular e validar informações colhidas nas entrevistas. O material resultante das EP foi submetido à técnica de análise de conteúdo, modalidade temática, permitindo inferir interpretações sobre tais representações, bem como sobre a pertinência e a relevância do modelo teórico-interpretativo proposto. Os resultados levantados indicam uma acentuada representação de periculosidade do autor de violência sexual que se coaduna com a prática de exclusão deste indíviduo do serviço. Entretanto, esta correspondência só adquire pleno sentido quando é considerado o contexto institucional, permeado por uma ética de proteção às crianças e adolescentes vítimas de violência, que se preocupa em impedir a sua re-vitimização no espaço do Centro. Tal contexto foi desenvolvido na lógica do indivíduo-problema , notadamente reconhecido como princípio organizador dos serviços de atenção sociofamiliar no Brasil. Diante deste impasse, conclui-se que a capacitação dos profissionais é um fator de peso para a transformação das práticas de inclusão do grupo familiar no atendimento, bem como para a conformação de novos olhares sobre os sujeitos atendidos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9299
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4166_1.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.