Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9279
Title: Histoquímica com lectinas para Tn e imunohistoquímica para c-erbB-2 na investigação do carcinoma ductal invasivo de mama (CDI)
Authors: Cézar Wanderley Cunha Silva, Renato
Keywords: Histoquímica com Lectinas; c-erbB-2; CDI.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cézar Wanderley Cunha Silva, Renato; Isidoro Carneiro Beltrão, Eduardo. Histoquímica com lectinas para Tn e imunohistoquímica para c-erbB-2 na investigação do carcinoma ductal invasivo de mama (CDI). 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Inovação Terapêutica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O câncer de tecido mamário é o segundo tipo de câncer mais freqüente no mundo e o mais comum entre as mulheres. Dentre os tumores malignos de mama, o carcinoma ductal invasivo (CDI) representam o maior grupo, constituindo cerca de 65 a 80% dos carcinomas mamários. O perfil morfológico e molecular desse carcinoma é bastante heterogêneo, apresentando características bastante variáveis. Uma célula cancerosa não expressa erroneamente apenas proteínas e DNA, mas carboidratos também, o que impulsiona a glicobiologia voltada para dignóstico, prognóstico e terapêuica, sendo as lectinas, uma ferramenta auxiliar. Outra molécula de valor diagnóstico e prognóstico é c-erbB-2 que tem papel chave na proliferação, adesão, diferenciação e motilidade celular. O trabalho objetivou avaliar o perfil de N-aceti-galactosamina em glicoconjugados celulares empregando a histoquímica com lectinas e o perfil imunohistoquímico para c-erbB-2 no CDI. Foram utilizadas 61 biópsias do Setor de Anatomia Patologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco. Na histoquímica com lectinas os tecidos foram tratados com tripsina e incubados com as lectinas Dolichos biflorus agglutinin (DBA) e Vicia villosa agglutinin (VVA), específicas para N-acetilgalactosamina (GalNAc), conjugadas a biotina (de 80μg/mL). Para a investigação da proteína c-erbB-2 foi utilizado o método da estreptavidina-biotina-peroxidase. Para a revelação, foi utilizada uma solução de diaminobenzidina (DAB) e H2O2. O perfil de c-erbB-2 apresentou correlação entre a sua superexpressão e o grau histológico e a observação de invasão linfonodal. O CDI apresentou um perfil de reconhecimento para GalNAc diferente para as lectinas estudadas. Não se verificou nenhuma relação entre os achados histoquímicos para VVA e DBA e imunohistoquímicos para c-erbB-2. Resultados demonstram a histoquímica com Lectina como uma técnica auxiliar para avaliação do perfil de glicoconjugados no câncer de mama
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9279
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Inovação Terapêutica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2950_1.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.