Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9267
Título: Teor de nitrato em alfaces comercializadas na Cidade do Recife produzidas sob diferentes sistemas de cultivo
Autor(es): Lansky Xavier, Viviane
Palavras-chave: Cultivo hidropônico; Cultivo orgânico; Cultivo convencional; Lactuca sativa L.
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Lansky Xavier, Viviane; Pinheiro de Faro, Zelyta. Teor de nitrato em alfaces comercializadas na Cidade do Recife produzidas sob diferentes sistemas de cultivo. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde Humana e Meio Ambiente, Universidade Federal de Pernambuco, Vitória de Santo Antão, 2011.
Resumo: O teor de nitrato é um importante índice de qualidade dos alimentos devido à possibilidade de se formarem compostos prejudiciais à saúde resultantes da conversão do nitrato em nitrito, embora vários efeitos benéficos tenham sido relacionados ao consumo de nitrato nas doses comumente encontradas nos alimentos. Estima-se que 80% do nitrato ingerido diariamente pelo homem são fornecidos pelos vegetais. A alface, uma das hortaliças mais produzidas e comercializadas no Brasil, apresenta grande tendência em acumular nitrato em suas folhas, situação influenciada, dentre outros fatores, pelo sistema de cultivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o teor de nitrato presente em alfaces comercializadas na cidade do Recife, produzidas por sistemas de cultivo convencional, orgânico e hidropônico, bem como verificar a procedência das hortaliças e as diferenças no acúmulo de nitrato entre alfaces de um mesmo tipo de cultivo provenientes de regiões diferentes. A amostragem foi realizada no período de novembro/2009 a junho/2010, sendo as hortaliças adquiridas no Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco CEASA/PE e em hipermercado. O teor de nitrato foi determinado colorimetricamente através do método do ácido salicílico. Os teores de nitrato encontrados variaram entre 135,96 a 1612,60 mg kg-1 de peso fresco. As alfaces hidropônicas apresentaram valores significativamente superiores (p < 0,05) às alfaces cultivadas em sistema convencional e orgânico, cujos teores de nitrato não apresentaram diferença. O teor de nitrato não variou significativamente em relação às diferentes regiões de origem das alfaces, exceto para as hidropônicas. Os valores encontrados são inferiores ao limite máximo de nitrato permitido para alface, na Europa, o que indica boa qualidade das hortaliças para consumo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9267
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde Humana e Meio Ambiente

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo9_1.pdf357,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.