Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9262
Title: Biodegradação de paclobutrazol em dois solos cultivados com manga no Vale de São Francisco
Authors: VAZ, Fernanda Leitão
Keywords: Paclobutrazol;Biodegradação;Pseudomonas;Glicerol;Modelagem
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Leitão Vaz, Fernanda; Maciel Netto, André. Biodegradação de paclobutrazol em dois solos cultivados com manga no Vale de São Francisco. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O paclobutrazol ([2RS,3RS]-1-(4-Clorofenil)-4,4-dimetil-2-(1H-1,2,4tiazolil1) pentanol3) é um regulador de crescimento vegetal, cujo modo de ação inclui a inibição da giberelina. Quando adicionado ao solo, sua mobilidade é relativamente baixa e, por isso, este composto se acumula ao solo. O objetivo deste trabalho foi investigar a degradação de paclobutrazol (PBZ) por uma cultura mista de Pseudomonas spp., isolada de um solo proveniente do vale do São Francisco, localizado no Nordeste do Brasil. Os experimentos de biodegradação foram realizados em batelada, sob condições estéreis e não-estéreis. O paclobutrazol na sua forma pura (Sigma) e na sua formulação comercial Cultar 250 SC (Syngenta), foi utilizado como única fonte de carbono e também adicionado de glicerol. Dois solos (Argissolo-Amarelo e Vertissolo) provenientes da região do Vale do São Francisco foram utilizados. Foi utilizada uma cultura mista de bactérias do gênero Pseudomonas, isoladas previamente por enriquecimento. O paclobutrazol foi utilizado nas concentrações de 10 e 25 mg/L e a concentração de paclobutrazol foi determinada por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Três modelos matemáticos foram utilizados para avaliar a cinética de biodegradação do paclobutrazol obtida experimentalmente. Segundo a análise estatística (ANOVA), os resultados de biodegradação obtidos foram semelhantes, tanto para o Argissolo-Amarelo quanto para o Vertissolo bem como para os experimentos em condições estéreis e não-estéreis, e para o PBZ puro e o PBZ comercial. A biodegradação alcançou valor máximo de 43%, quando foi utilizado apenas PBZ como única fonte de carbono. Entretanto, quando o glicerol foi utilizado como fonte adicional de carbono, a biodegradação chegou a 70%, aproximadamente. Foram obtidos ótimos ajustes utilizando os modelos de dupla cinética e logístico, pois a biodegradação do paclobutrazol segue visivelmente duas fases bem distintas, uma rápida e outra mais lenta. O tempo de meia-vida do PBZ obtido por meio da equação de dupla cinética foi de aproximadamente 55 dias quando ele foi utilizado na concentração de 10 mg/L, e de 170 dias quando foi utilizado na concentração de 20 mg/L. Em ambos os casos, o PBZ foi utilizado como única fonte de carbono. Quando o PBZ foi utilizado juntamente com o glicerol, o tempo de meia-vida caiu para aproximadamente 10 dias nas duas concentrações utilizadas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9262
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FLV - PROTEGIDO.pdf3.51 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.