Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9212
Title: Condição periodontal de crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus tipo 1
Authors: dos Santos Souza, Luana
Keywords: Diabetes mellitus tipo 1; Criança; Adolescente; Doença periodontal; Gengivite; Periodontite.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: dos Santos Souza, Luana; Regina Jamelli, Sílvia. Condição periodontal de crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus tipo 1. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A questão norteadora da pesquisa foi: Qual a condição periodontal de crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus tipo 1? O diabetes é um grave problema de saúde pública, com elevada prevalência e potencial de morbidade e mortalidade, que promove danos em vários órgãos e na cavidade bucal. Inclusive, a periodontite é considerada a sexta complicação clássica do diabetes. Por isso, objetivou-se verificar a condição periodontal dessa população e avaliar a sua associação com parâmetros clínicos do diabetes, fatores socioeconômico-demográficos e relacionados à saúde bucal. Pesquisaram-se 132 crianças e adolescentes com diabetes tipo 1, de ambos os sexos, idades entre 6 e 19 anos, atendidos em três hospitais da rede pública da cidade do Recife, entre maio e novembro de 2010. As variáveis foram coletadas através de entrevista com pais, responsáveis ou pacientes e de exame clínico bucal (avaliação da presença de placa bacteriana visível, sangramento gengival, profundidade de sondagem e nível de inserção clínica). A freqüência de gengivite na população foi baixa (12,9%), apesar da condição de higiene bucal precária. Pacientes que usavam insulina NPH apresentaram maior freqüência da doença do que os que usavam Lanthus. A renda familiar abaixo de dois salários mínimos também aumentou a freqüência de gengivite. Contudo, mostrou-se significante a associação entre gengivite e o índice de placa visível (IPV), onde a presença de gengivite esteve associada ao IPV individual acima de 60%. Concluiu-se que a gengivite não se mostrou associada aos parâmetros clínicos do diabetes, e sim foi induzida pela placa bacteriana abundante
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9212
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3046_1.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.