Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9211
Title: Comparação dos instrumentos SF-36 e perfil de saúde no Nottingham para avaliação da qualidade de vida de indivíduos pós Acidente Vascular Encefálico
Authors: Lacerda Cabral, Dinalva
Keywords: Acidente Vascular Encefálico; Qualidade de vida; Formulário abreviado de avaliação de saúde 36; Perfil de saúde de Nottingham; Propriedades clinimétricas
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lacerda Cabral, Dinalva; Elizabeth Carneiro Laurentino, Glória. Comparação dos instrumentos SF-36 e perfil de saúde no Nottingham para avaliação da qualidade de vida de indivíduos pós Acidente Vascular Encefálico. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Introdução: Instrumentos adequados para avaliar os vários domínios da qualidade de vida (QV) relacionada à saúde (QVRS) constituem uma importante abordagem para o planejamento terapêutico e, assim, melhor assistir os indivíduos acometidos pelo Acidente Vascular Encefálico (AVE). Na literatura brasileira, os instrumentos genéricos formulário abreviado de avaliação de saúde 36 (SF-36) e perfil de saúde de Nottingham (PSN) têm sido bastante empregados, entretanto, ainda existem lacunas relativas às suas propriedades clinimétricas quando aplicados em indivíduos pós AVE. Objetivos: Comparar os domínios comuns dos instrumentos SF-36 e PSN, bem, como avaliar a confiabilidade (teste-reteste e inter-examinadores), a consistência interna e a concordância (teste-reteste e inter-examinadores) de ambos os instrumentos, como forma de verificar qual deles seria o mais indicado para avaliar a percepção de QV de indivíduos na fase crônica pós AVE. Métodos: Realizou-se um estudo transversal com 120 indivíduos na fase crônica pós AVE selecionados em comunidades de duas capitais brasileiras, Recife - Pernambuco (PE) e Belo Horizonte - Minas Gerais (MG). Após avaliação do estado cognitivo, por meio do mini exame de estado mental, aplicou-se um questionário semi-estruturado com dados sócio-demográficos e clínicos e, posteriormente, o SF-36 e PSN. A comparação entre os domínios comuns e escores totais do SF-36 e PSN foi realizada pelo o coeficiente de correlação de Spearman (r). Foram calculados os efeitos chão e teto. A avaliação da confiabilidade teste-reteste e interexaminadores foi feita pelo coeficiente de correlação intra-classe (CCI) e para a consistência interna, utilizou-se o alfa () de Cronbach. A concordância teste-reteste e inter-examinadores do escore total do SF-36 e PSN foi mensurada pelo teste de plotagem Bland and Altman, com nível de significância de 5% em todos os cálculos. Resultados: O SF-36 e PSN apresentaram, em média, escores totais superiores a 50 pontos. Todas as correlações referentes aos escores totais (r=0,80; p<0,01) e aos domínios comuns, foram positivas e estatisticamente significativas. Observou-se uma maior freqüência de efeito teto no PSN (80% dos domínios) e inexistência do efeito chão em ambos os instrumentos. O coeficiente de Cronbach apresentou valores acima de 0,70 para ambos os instrumentos. O escore total do SF-36 apresentou CCI= 0,89 para a confiabilidade teste-reteste e inter-examinadores; e o do PSN obteve CCI= 0,96 para a confiabilidade teste-reteste e CCI=0,92 para a inter-examinadores (p<0,01); o SF-36 e PSN mostraram concordância em 95% das ocasiões. Conclusão: De modo geral, os indivíduos avaliados mostraram uma percepção de saúde positiva. Verificou-se que os domínios comuns e os escores totais do SF-36 e PSN mensuraram constructos semelhantes e ambos os instrumentos demonstraram ser úteis para mensurar a QVRS da amostra estudada. Porém, o SF-36 proporcionou melhores resultados e pareceu mais adequado para avaliar a QV de indivíduos na fase crônica pós AVE
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9211
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo944_1.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.