Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9187
Título: Avaliação das propriedades mecânicas do tendão do calcâneo de ratos diabéticos submetidos ao treinamento físico aeróbico moderado
Autor(es): Ribeiro de Oliveira, Rodrigo
Palavras-chave: Diabetes Mellitus; Tendão do Calcâneo; Propriedades Mecânicas
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ribeiro de Oliveira, Rodrigo; Regina Arruda de Moraes, Silvia. Avaliação das propriedades mecânicas do tendão do calcâneo de ratos diabéticos submetidos ao treinamento físico aeróbico moderado. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: O presente estudo tem como objetivos de avaliar experimentalmente o efeito do Diabetes Mellitus sobre as propriedades mecânicas do tendão do calcâneo e, posteriormente, o de averiguar se a aplicação de um protocolo de treinamento físico aeróbico moderado restabelece os parâmetros mecânicos bem como os aspectos clínicos e metabólicos de ratos diabéticos e se altera o padrão de normalidade dos animais sadios. Material e Métodos: quarenta e quatro ratos foram divididos aleatoriamente em quatro grupos da seguinte forma: Grupo Controle Sedentário GCS, Grupo Diabético Sedentário GDS, Grupo Controle Treinado - GCT e o Grupo Diabético Treinado GDT, os grupos treinados foram submetidos a um protocolo de treinamento físico moderado contínuo em esteira motorizada. Para o ensaio mecânico os tendões foram fixados em uma máquina de ensaio mecânico convencional e tracionados até o ponto de fracasso do espécime, com célula de carga de 500N. Resultados: A avaliação das propriedades biomecânicas do tendão de calcâneo do GD apresentou-se com diminuição do módulo elástico (MPa) (p<0,01) e na Área de secção transversa (mm2) (p<0,01) e aumento da Deformação Específica Força Máxima (mm) (p<0,01), Energia/Área (N.mm/mm2) (p<0,01). O treinamento físico aeróbico moderado não modificou as propriedades biomecânicas do tendão do calcâneo dos animais do GCT, no entanto, restabeleceu as diferenças nos valores para o Módulo Elástico (MPa), Deformação Específica Força Máxima (mm) e Energia/Área (N.mm/mm2) do GDT, desta forma aproximando aos valores dos grupos controle. Conclusão: As propriedades mecânicas do tendão de calcâneo de ratos quimicamente induzido ao Diabetes Mellitus têm alterações significativas quando comparado ao controle e essas alterações podem predispor a ruptura precoce, contudo, o treinamento físico aeróbico moderado foi eficaz no restabelecimento desses parâmetros mecânicos e não causando nenhuma alteração nociva ao tendão do GCT. Este estudo pode ser útil para compreender melhor as complicações do sistema músculo-esquelético que acometem aos portadores do Diabetes Mellitus
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9187
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Fisioterapia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo940_1.pdf3,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.