Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9131
Título: Efeitos do campo eletromagnético de rádio freqüência modulada na diferenciação de células estromais mesenquimais multipotentes em osteoblastos
Autor(es): Henrique de Araújo Sales, Thales
Palavras-chave: Terapia celular; Fisioterapia; Campo eletromagnético; Células-tronco mesenquimais
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Henrique de Araújo Sales, Thales; do Amparo Andrade, Maria. Efeitos do campo eletromagnético de rádio freqüência modulada na diferenciação de células estromais mesenquimais multipotentes em osteoblastos. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: O propósito deste estudo foi avaliar o efeito do campo eletromagnético de rádio frequência modulada em 60 Hz no processo de diferenciação in vitro de células estromais mesenquimais multipotentes em osteoblastos, através da análise do reparo do tecido ósseo. Materiais e Métodos: Duas cavidades de 5 mm de diâmetro foram realizadas em ambos ossos parietais de seis ratos machos adultos da linhagem Wistar, os quais foram divididos em dois grupos: grupo CEMM (Células Estromais Mesenquimais Multipotentes) e grupo CEMM-RF (implantação de célulastronco expostas à onda de rádio freqüência modulada em 60 Hz e densidade de potência de onda de 100 mW/cm2). Em cada animal foi apontada aleatoriamente uma cavidade teste (T) e uma controle (C). A cavidade C foi preenchida apenas pelo coágulo sanguíneo enquanto que no grupo CEMM a cavidade T foi preenchida com enxerto de células estromais mesenquimais multipotentes diferenciadas, in vitro, em osteoblastos, numa quantidade de aproximadamente 106/ 10μl de NaCl, utilizandose o cimento de hidroxiapatita como veículo para fixação e no Grupo CEMM-RF as células diferenciadas in vitro foram expostas a um campo eletromagnético rádio freqüência de 60 Hz e densidade de potência de onda de 100 mW/cm2. Após sessenta dias, os animais foram eutanasiados e a calota craniana retirada para o processo de análise. As amostras foram submetidas a avaliação histológica mediante três avaliadores de forma cega. Os dados foram submetidos à análise estatística exploratória. Resultados: As cavidades C dos dois grupos apresentaram processo cicatricial intermediário. Não foi observado presença de tecido ósseo neoformado nas cavidades T do grupo CEMM-RF, enquanto que no grupo CEMM houve regeneração tecidual com presença de osso maturo. Conclusão: O campo de rádio frequência modulada de 60 Hz e densidade de potência de onda de 100 mW/cm2, emitido pelo aparelho de ondas curtas foi capaz de inibir a diferenciação das células estromais mesenquimais multipotentes em osteoblastos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9131
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Fisioterapia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6711_1.pdf6,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.