Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9122
Title: Eletromiografia e pletismografia óptico-eletrônica na avaliação respiratória
Authors: Elza Fontes da Gama, Alana
Keywords: Testes de Função Pulmonar; Eletromiografia; Músculos Respiratórios; Fadiga Muscular
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Elza Fontes da Gama, Alana; de Fátima Dornelas de Andrade, Armele. Eletromiografia e pletismografia óptico-eletrônica na avaliação respiratória. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A Pletismografia Óptico-Eletrônica (POE) é um método moderno de avaliação da função respiratória com diversas capacidades de análises. A Eletromiografia de Superfície (SEMG) da musculatura respiratória permite uma análise da atuação da atividade muscular tanto do potencial da sua atividade quanto da sua freqüência de ativação. Essa dissertação objetivou associar a SEMG à POE a fim de obter informações da atividade da musculatura respiratória e sua correspondente ação na cinemática da caixa torácica e dinâmica dos volumes regionais e totais durante o repouso, imposição de cargas e fadiga, verificando a relação da aplicação integrada das técnicas de POE e SEMG. Para tal foi realizada uma revisão sistemática e dois estudos de corte transversal, o primeiro com 22 e o segundo com 39 indivíduos saudáveis. Para os estudos transversais inicialmente os voluntários foram submetidos à anamnese com história clínica, avaliação dos dados antropométricos, hemodinâmicos e função pulmonar. Em seguida eles realizaram a avaliação através da POE e da EMG, simultaneamente, durante as quais foram coletados os registros de respiração espontânea, manobras de pressão inspiratória e expiratória máximas e através de carga. A POE foi realizada com o protocolo de 89 marcadores e a partir da mesma foram avaliados os volumes pulmonares e sua distribuição. Na SEMG foram avaliados a freqüência de ativação muscular, através da análise de wavelet, dos músculos esternocleidomastoideo e diafragma. O uso da wavelet foi eficaz para detectar alteração na freqüência de ativação muscular (Diafragma: direito redução de 127,72Hz para 106,32Hz (p=0,035) e esquerdo de 97,02Hz para 78,67Hz (p=0,022)) e forneceu uma avaliação descritiva adicional do comportamento da freqüência incluindo sua predominância, distribuição e taxa de relaxamento. Com a imposição de cargas foi detectado um aumento do volume corrente a partir de 20cmH20 (p=0,000), predominante na região superior da caixa torácica, e do tempo inspiratório (p=0,004). Na atividade muscular, ocorreu uma diminuição da freqüência de ativação (p<0,05) no esternocleidomastoideo, a partir de 30cmH2O, e diafragma, mais tardio, a partir de 40cmH2O. O estudo observou ainda as diferenças da atividade muscular e do padrão ventilatório entre homens e mulheres com a imposição de cargas que devem ser considerados na determinação do uso de cargas. O uso integrado das técnicas forneceu informações mais completas da função pulmonar com dados de ventilação e dos músculos que a exercem. A avaliação mais detalhada permite uma maior compreensão das técnicas utilizadas e assim uma utilização mais eficaz das mesmas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9122
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3182_1.pdf2.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.