Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9105
Title: As representações sociais das práticas dos Conselheiros Tutelares : o caso do Conselho Tutelar da Zona Norte de João Pessoa
Authors: Siqueira, Erlane Bandeira de Melo
Keywords: Representações Sociais;Práticas;Conselheiro Tutelar;Criança e Adolescente;Família e Violência Intrafamiliar
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Bandeira de Melo Siqueira, Erlane; Alexandra da Silva Monteiro Mustafá, Maria. As representações sociais das práticas dos Conselheiros Tutelares : o caso do Conselho Tutelar da Zona Norte de João Pessoa. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Trata-se de um estudo que tem por objetivo analisar as Representações Sociais das Práticas dos Conselheiros Tutelares, desenvolvidas junto ao Conselho Tutelar da Zona Norte de João Pessoa, assim como, entender as posições das famílias atendidas por esses Conselheiros em relação às suas práticas. Para a compreensão dessa temática, buscou-se uma explicação à luz da teoria das representações sociais, através das análises apontadas por Serge Moscovi, em que, as representações sociais são chamadas de Teorias do Senso Comum, defendendo a idéia de que os indivíduos no seu cotidiano constroem teorias a respeito dos objetos sociais e essas teorias são orientadoras dos comportamentos dos homens. E, como uma forma de conhecimento que é socialmente elaborada e partilhada conseqüentemente, determinada realidade passará a ser comum a um certo conjunto social. Nesse sentido, concorre para o agir desses conselheiros sobre o mundo e sobre os outros, e é através desse saber prático que eles aprendem e interpretam a realidade no seu cotidiano. A pesquisa envolveu 5 conselheiros tutelares e 10 famílias atendidas por esse Conselho e para tal foram utilizadas análises de cunho qualitativo e quantitativo: pesquisa bibliográfica e documental; diário de campo e entrevista semi-estruturada. Nas análises e interpretação dos dados comprovou-se que as representações sociais emitidas pelos conselheiros tutelares refletem a imagem de sociedade/família em que vivem e que reforçam uma visão acrítica da realidade contribuindo com um modelo de prática autoritária desenvolvida pelos conselheiros tutelares, e estes têm total poder sobre as famílias atendidas. Quanto às famílias entrevistadas, seus depoimentos comprovaram que os conselheiros desenvolvem algumas situações práticas sem compromisso com os interesses da criança e do adolescente vítimas de violência intrafamiliar
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9105
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1053_1.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.