Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9102
Title: O cuidador hermeneuta: um olhar sobre a saúde à luz da hermenêutica filosófica
Authors: de Goes Nunes, Jarbas
Keywords: Hermenêutica e saúde; Modelo biomédico; Comunidade; Cuidado e formação humana
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Goes Nunes, Jarbas; Luiz Pelizzoli, Marcelo. O cuidador hermeneuta: um olhar sobre a saúde à luz da hermenêutica filosófica. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: É possível pensar numa medicina comprometida com o devir ético dos sujeitos? Como construir relações produtivas entre saúde e formação humana (Bildung)? Como reconciliar o cuidado à saúde ao desenvolvimento das potências de ser-na-vida? Diante dos limites epistêmicos, institucionais e éticos postos em relação à efetividade da medicina moderna de promover e produzir saúde, surgem, cada vez mais, novas perspectivas teóricas e práticas no modo de conceber a saúde, ampliando seu escopo para além das normalidades quantificáveis. E é justamente neste cenário que o presente trabalho se insere, centrando-se nos limites das abordagens da saúde marcadas pelo cartesianismo e suas práticas convencionais atuais. Portanto, a hipótese levantada aqui é que por meio de aportes ético-filosóficos fundados na hermenêutica filosófica, pode-se apontar outro(s) paradigma(s) para pensar uma saúde como cuidado integrativo, centrada no desenvolvimento dos sujeitos, a partir de um movimento compreensivo da vida, em suas possibilidades éticas de ser-no-mundo, transfigurando o espírito para além de si. Este espírito, que também é corpo, está imerso no tempo e na historicidade, projetando-se enquanto um refazer-se eterno de si mesmo, buscando sentido ao seu ser no mundo. O espírito, enquanto possibilidade de si, se inquieta, não se satisfaz com o que se apresenta simplesmente dado, e sonha novas maneiras de estar e ser no mundo transformando este mesmo mundo. Neste sentido, tomando o sujeito para além das abordagens presas à razão objetificadora, e em sua perspectiva finita e histórica, se fará uso da hermenêutica filosófica a partir de autores como Dilthey, Nietzsche, Heidegger, Foucault, e principalmente Gadamer, na aposta de se pensar o cuidado como um processo formativo, em direção a uma maior propriedade em relação à vida, promovendo o surgimento de sujeitos mais éticos e capazes de desenvolver suas potências no mundo da vida
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9102
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3143_1.pdf735.85 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.