Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9091
Title: Correlação clínico-patológica em diferentes imunofenótipos de carcinoma invasivo da mama, quanto ao status dos receptores hormonais e do HER-2
Authors: de Lima Ferreira Filho, Darley
Keywords: Câncer de Mama;Fatores clinico-patológicos;Imunoistoquimica;Prognóstico
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Lima Ferreira Filho, Darley; do Carmo Carvalho de Abreu-e-Lima, Maria. Correlação clínico-patológica em diferentes imunofenótipos de carcinoma invasivo da mama, quanto ao status dos receptores hormonais e do HER-2. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Objetivos: Correlacionar as características clínica-patológicas e a evolução clinica,com os diferentes imunofenótipos (receptores hormonais e status do HER-2) em pacientes com câncer de mama . Material e Método: Foram estudadas 211 pacientes do sexo feminino em tratamento no Serviço de Mastologia do Hospital Barão de Lucena ,Recife PE,no periodo de 1 ano ( julho de 2009 até julho de 2010). Os quais foram separadas em 2 grupos, de acordo com os imunofenótipos: o grupo 1 (alto risco): RE/RP/Her-2; RE/RP/Her-2; RE/RP/Her-2; e RE/RP/Her-2, e o grupo 2 (baixo risco): RE/RP/Her-2 e RE/RP/Her-2. Em toda a análise foi considerado nível de significância de 5%Resultados: A faixa etária dominante foi a de 41 a 60 anos com 116 casos(55,2%),com idade média de 49,77 anos . Com relação à raça, cor negra foi observada em 91(51,7%)pacientes e 85(48,3%) eram de cor branca. A mamografia, 121 pacientes (57,9%)foram diagnosticadas na categoria BI-RADS 4 e 72(35,2%) na BI-RADS 5.O tipo histológico dominante foi o carcinoma ductal invasivo em 195(92,5%).A maior parte das pacientes estavam no estágio I/II com 153 (73,4%) das pacientes.Quanto ao comprometimento de linfonodos axilares observou-se: ausência de metástase em 111 (52,1%) pacientes ,metástase em 1 a 3 linfonodos em 51(24,0%); 4 a 9 linfonodos em 31(15,3%) e acima de 10 linfonodos em 18(8,6%)..Foi realizado a cirurgia conservadora em 105 (48,0%) pacientes e mastectomia em 81(38,5%). Metástase a distância foi verificada em 34 (16,2%) pacientes, sendo mais frequente a metástase óssea. Em relação ao imunofenótipos, 107 pacientes(51,3%) enquadraram-se no grupo 1 /alto risco e 104 (48,7%) no grupo 2/baixo risco . Conclusão: Houve correlação significativa entre o imunofenótipo de alto risco /grupo 1 com idade mais jovem (≤40 anos), raça negra, e maior comprometimento de linfonodos axilares (≥10 linfonodos positivos)
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9091
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8989_1.pdf2.5 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.