Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9064
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGUEDES, Rubem Carlos Araújopt_BR
dc.contributor.authorOLIVEIRA, Manuella Batista dept_BR
dc.date.accessioned2014-06-12T23:04:21Z
dc.date.available2014-06-12T23:04:21Z
dc.date.issued2012-01-31pt_BR
dc.identifier.citationBatista de Oliveira, Manuella; Carlos Araújo Guedes, Rubem. Condições de lactação, exercício físico e envelhecimento na prole do rato albino: suas repercussões sobre parâmetros eletrofisiológicos cerebrais e comportamentais. 2012. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9064
dc.description.abstractNumerosas evidências têm descrito a influência do exercício físico e do estado nutricional sobre aspectos estruturais e funcionais do sistema nervoso durante o envelhecimento. Este trabalho investigou no rato albino como o exercício físico, as condições de lactação e a senescência modulam aspectos eletrofisiológicos e comportamentais do funcionamento cerebral. Ratos machos albinos Wistar foram amamentados em ninhadas com 12 (L12) ou 6 (L6) lactentes, constituindo dois grupos com condições diferentes de lactação. Esses grupos foram divididos em sedentários e exercitados em fases diferentes da vida (jovens, adultos e idosos). A propagação do fenômeno da depressão alastrante cortical (DAC) foi registrada em dois pontos da superfície do cérebro, em diferentes fases da vida, ou seja, no período pós-desmame (45-60 dias de vida nos grupos exercitados na lactação), na fase adulta (120-130 dias) e na senescência (600 a 700 dias). A condição desfavorável de lactação (L12) aumentou, e os fatores envelhecimento e exercício físico diminuíram a velocidade de propagação da DAC, com interação entre os fatores apenas nos grupos idosos. Nestes, o período no qual o exercício físico foi realizado influenciou significativamente a DAC. O estilo de vida sedentário prejudicou a memória espacial de ratos idosos e adultos independentemente das condições de lactação e o exercício reduziu estes efeitos em animais idosos de ninhadas pequenas, mas não daqueles criados em ninhadas grandes. Por outro lado, apenas animais idosos sedentários de ninhadas grandes e pequenas apresentaram memória de reconhecimento de objetos prejudicada e o exercício reduziu este efeito, independente das condições de lactação. Os resultados auxiliam na compreensão dos mecanismos subjacentes à influência do exercício físico e do envelhecimento sobre funções cerebrais, associados ou não a distintas condições de lactação, durante o desenvolvimento do cérebropt_BR
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Pernambucopt_BR
dc.subjectCondições de lactaçãopt_BR
dc.subjectDepressão alastrante corticalpt_BR
dc.subjectEnvelhecimentopt_BR
dc.subjectExcitabilidade cerebralpt_BR
dc.subjectExercício físicopt_BR
dc.subjectmodulação cerebral dependente da nutriçãopt_BR
dc.subjectpt_BR
dc.titleCondições de lactação, exercício físico e envelhecimento na prole do rato albino: suas repercussões sobre parâmetros eletrofisiológicos cerebrais e comportamentaispt_BR
dc.typeTesept_BR
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9412_1.pdf1.95 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.