Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/906
Title: Fungos conidiais associados a folhas em decomposição de Clusia melchiori Gleason e C. nemorosa G. Mey em fragmento de Mata Atlântica, Bahia, Brasil
Authors: Rodrigues Barbosa, Flavia
Keywords: Mata atlântica; Fungos conidiais; Taxonomia; Biodiversidade
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rodrigues Barbosa, Flavia; Costa Maia, Leonor. Fungos conidiais associados a folhas em decomposição de Clusia melchiori Gleason e C. nemorosa G. Mey em fragmento de Mata Atlântica, Bahia, Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Os fungos conidiais constituem um grupo diversificado, com cerca de 15.945 espécies. Contudo, pesquisas taxonômicas sobre esses fungos no Brasil permanecem escassas e pontuais abordando, sobretudo, os decompositores de substratos vegetais. A Serra da Jibóia, fragmento de Mata Atlântica inserido na Caatinga do Estado da Bahia, foi selecionada como prioritária para conservação da biodiversidade. Visando contribuir para o conhecimento dos fungos conidiais na área, folhas em decomposição de três indivíduos de Clusia nemorosa, e C. melchiori foram coletadas bimestralmente de outubro/2005 a junho/2006. No laboratório, as folhas foram lavadas, colocadas em câmara-úmida e os fungos identificados em nível de espécie. Lâminas semipermanentes e o material herborizado foram tombados nos Herbários HUEFS e URM. Foram identificados 01 representante dos Coelomycetes e 78 Hyphomycetes, dos quais 12 constituem novos registros para o país: Anungitea globosa, Beltraniella amoena, Dactylaria belliana, D. ficusicola, Dictyosporium bulbosum, Flosculomyces floridaensis, Guedea novae-zelandiae, Gyrothrix magica, Idriella setiformis, Kylindria pluriseptata, Pleurophragmium varieseptatum e Selenodriella fertilis e sete para a Bahia: Beltrania querna, Clonostachys compactiuscula, Dictyosporium elegans, Gyrothrix verticiclada, Pseudobotrytis terrestris, Sporendocladia bactrospora e Stachybotrys parvispora. Associados às folhas de C. melchiori e C. nemorosa foram registrados 69 e 44 táxons, respectivamente, com a similaridade de fungos entre as duas espécies alcançando 60%. A maioria das espécies identificadas apresentou freqüência esporádica e constância acidental. Os dados revelam a riqueza de fungos conidiais no substrato estudado e contribuem para ampliação do conhecimento sobre a micota da Mata Atlântica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/906
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4614_1.pdf3.64 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.