Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9028
Title: Parâmetros de avaliação do estado nutricional de ferro em crianças menores de 5 anos de creches públicas da cidade do Recife-PE
Authors: Cláudia Freire Vieira, Ana
Keywords: Parâmetros bioquímicos; Nutrição; Ferro; Anemia ferropriva
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cláudia Freire Vieira, Ana; Nóbrega Sial, Alcides. Parâmetros de avaliação do estado nutricional de ferro em crianças menores de 5 anos de creches públicas da cidade do Recife-PE. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: Com o objetivo de estimar a prevalência da deficiência de ferro, determinar o grau de associação entre os diferentes parâmetros e avaliar o poder de discriminação destes testes, no diagnóstico do estado nutricional de ferro, foi realizado um estudo transversal, utilizando-se uma amostra aleatória sistemática de 162 crianças menores de 5 anos, institucionalizadas em creches públicas da cidade do Recife, em 1999. Foram avaliados os níveis de hemoglobina (Hb), ferritina sérica (FerS), protoporfirina eritrocitária livre (PEL) ferro sérico (FeS), capacidade total de ligação ao ferro (CTLF) e o percentual de saturação de transferrina (%STr). O poder de discriminação dos parâmetros bioquímicos foi calculado, utilizando-se como padrão ouro parâmetros indicativos das reservas corporais (FerS), da eritropoiese (PEL) e da anemia (Hb). Constatou-se que a anemia nutricional é um grave problema de saúde pública na população estudada, com prevalência de 55,6%, onde cerca de 1/3 desses casos se encontram na sua forma grave. Cerca de 30% da população estudada apresentaram depleção das reservas corporais de ferro. A prevalência de eritropoiese deficiente variou de 8% a 69,6%, de acordo com o parâmetro analisado. A deficiência de ferro foi mais freqüente e mais grave, nos menores de 24 meses, independente do estágio da deficiência. Todos parâmetros correlacionaram-se entre si, a exceção da Hb, que apresentou apenas correlação significativa com a PEL. O poder de discriminação dos parâmetros bioquímicos, no diagnóstico de anemia e depleção das reservas corporais, mostrou que a PEL, o FeS ou o %STr seriam os parâmetros de primeira linha a serem utilizados, e a CTLF o parâmetro para confirmar e predizer os casos. Na avaliação da eritropoiese, o FeS, a %STr ou a Hb foram os parâmetros que apresentaram maior poder de discriminação para o rastreamento dos casos, seguidos da CTLF para comprovação e predição desses casos. A combinação de parâmetros, embora tenha elevado o poder dediscriminação dos testes, não foi um incremento superior ao observado no uso daqueles parâmetros analisados isoladamente. A adoção de estratégias efetivas para prevenção e controle do problema, faz-se necessário, bem como, o desenvolvimento de estudos que melhor definam os níveis críticos de decisão diagnóstica, visando o uso mais racional dos parâmetros de avaliação do estado nutricional de ferro
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9028
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8911_1.pdf781.57 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.