Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/897
Title: Dinâmicas prisionais e religião : uma análise sobre as trajetórias e experiências de detentos em processos de conversão
Authors: GUSMÃO, Eduardo Henrique Araújo de
Keywords: Mudança; Religião; Conversão; Experiência; Penitenciária; Prisão
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Henrique Araújo de Gusmão, Eduardo; Bivar Carneiro Campos, Roberta. Dinâmicas prisionais e religião : uma análise sobre as trajetórias e experiências de detentos em processos de conversão. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Esta tese é resultado de um trabalho de campo antropológico realizado no Complexo Penitenciário do Serrotão, em Campina Grande, no estado da Paraíba. A pesquisa teve uma duração de seis meses e foi realizada entre Setembro de 2007 e Março de 2008. Teve como objetivo principal compreender a relação entre religião e prisão a partir das experiências de conversão religiosa ao pentecostalismo evangélico entre detentos que cumprem pena privativa de liberdade em regime fechado. Ao longo da pesquisa, as experiências de conversão foram compreendidas levando em consideração aspectos de continuidade, negociação e mudança. Os relatos evidenciam mudanças de conduta que ocorreram de modo processual e negociado, num contexto marcado por conflitos e resoluções violentas. No entanto, apesar dos aspectos que salientam a dimensão processual e contínua das experiências de conversão, o seu aspecto transformador não foi negligenciado. Neste sentido, os dados etnográficos evidenciam as práticas religiosas cotidianas destes detentos, como suas orações, evangelizações e pregações, buscando identificar os elementos que compõem esta mudança de conduta e a transformam em habitus. Além das experiências de conversão, os dados também examinam outros elementos que atuam no âmbito do convívio diário dos presos, elementos que dizem respeito à organização desta convivência e às representações e concepções do coletivo de detentos acerca da experiência do encarceramento
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/897
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo748_1.pdf2.37 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.