Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8960
Título: Exploração do potencial didático de um conjunto de atividades auxiliares para o ensino da proporcionalidade
Autor(es): Lopes Pereira Neto, Lauro
Palavras-chave: Sala de aula; Proporcionalidade
Data do documento: 1998
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Lopes Pereira Neto, Lauro; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge. Exploração do potencial didático de um conjunto de atividades auxiliares para o ensino da proporcionalidade. 1998. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1998.
Resumo: Este estudo se propôs a analisar um conjunto de atividades didáticas envolvendo problemas de proporcionalidade, em sala de aula, como proposta para o ensino da proporcionalidade na escola, buscando proporcionar às crianças caminhos para que possam evoluir de um pensamento ou estratégia mais intuitiva, de alcance limitado, como é a estratégia escalar, para estratégias funcionais e para outras estratégias formalizadas, de aplicação mais eficiente e mais geral. Buscou-se investigar o efeito das atividades propostas na representação e resolução de problemas de proporcionalidade pelos participantes deste estudo. Participaram deste estudo 74 alunos, de ambos os sexos, da 5a série do Ensino Fundamental de uma escola particular da cidade do Recife, divididos em dois grupos de 37 alunos, grupos controle e experimental, com idades variando entre 11 e 12 anos. Os dados foram coletados em três etapas, distribuídas da seguinte forma: inicialmente todos os sujeitos, (ambos os grupos) foram submetidos a um pré-teste (aplicação coletiva); os sujeitos do grupo experimental participaram dos encontros de intervenção com o experimentador, ocasião em que foram trabalhadas as atividades didáticas envolvendo problemas de proporcionalidade, enquanto que os sujeitos do grupo controle, que não participaram dos encontros de intervenção, participavam das atividades normais da escola, mas por serem alunos da 5a série não receberam instrução formal sobre proporcionalidade; e finalmente todos os sujeitos, dos dois grupos, participaram de um pós-teste, semelhante ao pré-teste aplicado na primeira etapa. Os resultados obtidos indicam que: (1) os alunos do grupo experimental apresentaram desempenho diferenciado na resolução de problemas de proporção que lhes foram propostos, em relação ao grupo controle; (2) Tal desempenho caracterizou-se pela capacidade de propor estratégia formalizada para a resolução dos referidos problemas, estratégia no âmbito da qual pôde-se verificar compreensão diferenciada das relações envolvidas nestes problemas. Portanto, este estudo tem um caráter didático e sugere um conjunto de atividades que podem ser explorados como procedimento para o ensino da proporcionalidade nas escolas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8960
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo9137_1.pdf2,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.