Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8956
Title: Aspectos histomorfométricos do osso longo de animais submetidos à desnutrição
Authors: Maria de Vasconcelos Gouveia, Fabiana
Keywords: Fêmur; Dieta Básica Regional; Desnutrição; Formação Óssea
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria de Vasconcelos Gouveia, Fabiana; Regina Arruda de Moraes, Silvia. Aspectos histomorfométricos do osso longo de animais submetidos à desnutrição. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Analisamos o efeito da desnutrição com a Dieta Básica Regional (DBR) durante o período neonatal sobre a formação do tecido ósseo compacto do osso longo de ratos. Utilizamos 30 ratos machos Wistar com idades de 30 dias, divididos em grupo Nutrido (GN) constituído por filhotes amamentados por nutrizes que receberam dieta normoprotéica ( LABINA 23% de proteína) e o grupo Desnutrido (GD), constituído por filhotes amamentados por nutrizes que receberam dieta hipoprotéica (DBR 8% de proteína; TEODÓSIO et al., 1990) e mantidos com a mesma dieta até os 30 dias de vida. Aos 30º dia de vida todos os animais foram pesados em balança digital, anestesiados e realizada a eutanásia dos mesmos. Os fêmures foram desarticulados, dissecados, pesados em balança digital, mensurados em toda a sua extensão com o auxílio de um paquímetro e obtida a densidade através da aferição em balança hidrostática. Foi aferido também o ângulo colo-diafisário com o auxílio de um transferidor. Secções longitudinais da diáfise do fêmur (4&#956;m) foram obtidas e coradas com Hematoxilina-Eosina. O número de osteócitos foi estimado através da contagem, em microscópio óptico com aumento de 400X, em 16 campos microscópicos aleatórios por animal. O área das lacunas ósseas foi estimada a partir captura e análise de 10 campos aleatórios por animal, com os softwares Power VCRII e Scion Image for Windows (Beta 4.0.2) respectivamente. A análise do peso corporal (g) (GN= 105 ± 5,11; GD = 23* ± 0,85), peso do fêmur (g) (GN= 0,342 ± 0,015; GD =0,092* ± 0,005), do comprimento femoral (mm) (GN= 23,17 ± 0,27; GD = 15,37* ± 0,27), da densidade do fêmur (g/cm3) (GN= 1,22 ± 0,02; GD = 1,11* ± 0,03), do ângulo colo-diafisário (º) (GN= 136,73 ± 6,86; GD = 132,00* ± 3,61), do número de osteócitos (GN= 72,64 ± 11,01; GD = 14,78* ± 7,41) e da área das lacunas ósseas (&#956;m2) (GN= 130,06 ± 15,27; GD = 87,04* ± 9,33) demonstrou redução desses parâmetros nos animais desnutridos (*p<0.05; teste t Student e Mann-Whitney). A desnutrição imposta pela Dieta Básica Regional afetou os processos de desenvolvimento e crescimento ósseo do animal, e sugere que a intensidade dessas desordens estaria relacionada com a qualidade e a quantidade protéica da dieta, com a duração da deficiência protéica e com a idade do animal em que a dieta foi implementada
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8956
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8811_1.pdf2.05 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.