Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8947
Título: Uso de marcas verbais para aspectos não-verbais da conversação em salas de bate-papo na internet
Autor(es): OLIVEIRA, Robson Santos de
Palavras-chave: Chats; Aspectos não-verbais; Interação; Análise da conversação; Máximas conversacionais de Grice; Etnografia virtual
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Santos de Oliveira, Robson; Rogério de Lemos Meira, Luciano. Uso de marcas verbais para aspectos não-verbais da conversação em salas de bate-papo na internet. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: Este estudo propõe-se a analisar o uso dos marcadores verbais que representam alguns aspectos não-verbais da conversação em salas de bate-papo na internet e de que forma tais aspectos contribuem para a interação no diálogo realizado neste contexto, predominantemente verbal. É uma investigação sobre os processos de comunicação humana no contexto das novas tecnologias, especificamente em salas chats, considerando os aspectos psicológicos e sócio-culturais. Apoiamo-nos nas perspectivas etnometodológicas da Análise da Conversação e nos Princípios da Cooperação de Grice, fundamentadas numa abordagem interacional dos sujeitos que dialogam a partir de enunciados co-construídos, considerando-se os aspectos gestuais e o contexto. Realizouse uma etnografia virtual em salas de bate-papo, observando o uso dos marcadores verbais que representam alguns aspectos não-verbais da conversação (emoticons e expressões lexicais de onomatopéias, abreviações e entonações) e os efeitos dessa prática no diálogo construído. Aplicando-se as Máximas Conversacionais Gricianas a estas marcas verbais, verificou-se quais delas apresentaram maior transgressão ao Princípio da Cooperação, produzindo implicaturas. Os resultados ainda indicaram a emergência de novos emoticons criados pelos próprios usuários, bem como o processo de co-regulação e engajamento dos participantes nestas salas de bate-papo, semelhante a uma conversação face-a-face, embora os limites encontrados face à complexidade do estudo, sugerindo-se pesquisas futuras para algumas questões apresentadas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8947
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo8986_1.pdf1,42 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.