Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8931
Title: Concentrações de metais pesados nos sedimentos do estuário do rio Capibaribe, na região metropolitana do Recife (RMR) - Pernambuco, Brasil
Authors: Karla Philippini da Silva, Hélida
Keywords: Metais Pesados; Estuário; Sedimento
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Karla Philippini da Silva, Hélida; José de Macêdo, Silvio. Concentrações de metais pesados nos sedimentos do estuário do rio Capibaribe, na região metropolitana do Recife (RMR) - Pernambuco, Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Como todas as cidades localizadas ao longo da costa brasileira, a cidade do Recife tem seu processo de urbanização determinado pela presença dos rios, em particular o Capibaribe, com uma área estuarina de aproximadamente 15 km e totalmente inserido na área urbana na cidade do Recife-Pernambuco, Brasil. A ocupação e a expansão urbana da planície do Recife vêm ocorrendo através de aterros, principalmente das áreas alagadas, que eram os espaços naturais das águas. Este trabalho teve como objetivo determinar as concentrações totais de metais pesados no sedimento e no material sedimentado em um período de 24 horas ao longo do estuário, nas estações chuvosa e seca; avaliar a existência de correlação entre os metais no sedimento depositado no estuário e no material sedimentado nas 24 horas; determinar as principais áreas impactadas do estuário, em função de indicadores químicos, fornecendo subsídios para criação de um banco de dados, a fim de prover informações técnicas, para futuros estudos e intervenções a serem realizados na área. As estações de coleta foram posicionadas com o uso de um GPS (Global Position System) e distribuídas em 06 pontos fixos nas margens direita e esquerda da área estuarina, enumerados de 02-07, durante os períodos chuvoso/2002 e seco/2003. As amostras superficiais de sedimentos foram coletadas, em uma profundidade compreendida entre 0-10 cm, sempre na baixa-mar. Para a coleta do material sedimentado nas 24 horas foram utilizadas 14 armadilhas (duas em cada estação), preenchidas com água deionizada, onde a extremidade inferior foi mantida fechada e colocadas na posição vertical. Quando transcorridas 24 horas, as amostras foram recolhidas (na baixa-mar) e levadas para posterior filtração em laboratório. Os parâmetros oxigênio dissolvido, pH, salinidade, temperatura, transparência da água e taxa de saturação de oxigênio foram determinados segundo métodos reconhecidos internacionalmente. A abertura das amostras para quantificação dos metais foi realizada por fusão alcalina com metaborato de lítio, utilizando-se cadinho de platina. Para quantificação dos metais Cádmio (Cd), Cobalto (Co), Cobre (Cu), Chumbo (Pb), Cromo (Cr), Ferro (Fe), Níquel (Ni), Manganês (Mn) e Zinco (Zn) foi utilizado o Espectrômetro de Emissão Atômica com Plasma Indutivamente Acoplado (ICP-AES). Os resultados obtidos indicaram que a água da região estuarina do rio Capibaribe está com a qualidade comprometida, quanto aos valores encontrados de oxigênio dissolvido. Os teores de cádmio, cobre, cromo, ferro, zinco e manganês nos sedimentos e armadilhas apresentaram níveis de concentração muito acima dos valores obtidos de background , indicando uma elevada contaminação da área de estudo. A estação 06, próxima à foz do estuário, foi a mais impactada durante todo o período estudado. O chumbo, cobalto e níquel não foram detectados durante o presente estudo, visto que as concentrações estiveram abaixo do limite de quantificação e detecção do método
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8931
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8369_1.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.