Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8905
Title: Estudo mecanístico da síntese de alquilfenilselenetos, pela reação tipo Zn-Barbier em meio aquoso
Authors: ANJOS, Jóse Ayron Lira dos
Keywords: Mecanístico da síntese; Alquilfenilselenetos; Zn-Barbier
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ayron Lira dos Anjos, Jóse; Wilhelm Bieber, Lothar. Estudo mecanístico da síntese de alquilfenilselenetos, pela reação tipo Zn-Barbier em meio aquoso. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: Alquilfenilselenetos são intermediários sintéticos versáteis especialmente para a formação de duplas ligações carbono-carbono em condições suaves. Um método alternativo aos métodos tradicionais foi desenvolvido por Lothar Bieber e colaboradores, a partir da reação do PhSeSePh com haletos orgânicos na presença de zinco em pó em meio aquoso, abrangendo uma ampla classe de substratos. A falta de precedentes em termos do entendimento desta nova reação algumas vezes acarreta na escolha de condições desfavoráveis à obtenção dos melhores resultados. Isso impulsionou a realização de uma investigação que possibilite um entendimento mais detalhado da reação, culminando com a formulação de um mecanismo para a mesma. O estudo consiste na utilização do relógio radicalar ciclopropilcarbinil, muito difundido em investigações mecanísticas que objetivam a determinação do envolvimento de intermediários radicalares. Para isso utiliza-se halometilciclopropanos (precursor deste relógio radicalar) na reação tipo Barbier com o disseleneto de difenila (PhSeSePh) na presença de zinco em meio aquoso. Na reação realizada com iodometilciclopropano verificou-se a formação do produto de substituição sem rearranjo, o (metilciclopropil)-fenilseleneto (produto 1) e do produto de substituição após rearranjo o (3-butenil)-fenilseleneto (produto 2), sempre em menor proporção que o produto (1). As proporções entre os produtos mostraram-se dependentes do pH do meio, da concentração de PhSeSePh e da granulação do zinco e por outro lado pouco sensível ao uso de promotores radicalares; já nas reações em que se utilizou o cloro- ou o bromometilciclopropano observou-se a formação quase exclusiva do produto (1), com a proporção entre os produtos permanecendo praticamente inalterada com variação do pH ou da concentração do PhSeSePh. Mecanismos clássicos, tais como substituição nucleofílica e substituição homolítica, foram descartados devido à incapacidade destes mecanismos de esclarecer completamente todos os efeitos observados na reação, embora a presença de alguns aspectos característicos a ambos os mecanismos seja inegável
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8905
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9292_1.pdf803.68 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.