Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8895
Título: Características morfológicas do sangue na anemia ferropriva e validação dos índices hematimétricos em crianças de 6 a 23 meses IMIP/2001
Autor(es): Elisabeth Burle de Menezes, Ana
Palavras-chave: Saúde pública; Nutrição; Anemia; Diagnóstico; Validação; Índices hematimétricos.
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Elisabeth Burle de Menezes, Ana; Maria Osório de Cerqueira, Mônica. Características morfológicas do sangue na anemia ferropriva e validação dos índices hematimétricos em crianças de 6 a 23 meses IMIP/2001. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: Esta dissertação foi elaborada em forma de dois artigos. O primeiro, artigo de revisão, intitula-se: Índices hematimétricos na determinação do diagnóstico da anemia , refere-se à anemia e suas formas de diagnóstico, com relevância para a utilização dos índices hematimétricos (VCM, HCM e CHCM). O segundo artigo, Características morfológicas do sangue na anemia ferropriva e validação dos índices hematimétricos em crianças de 6 a 23 meses - IMIP , discute os resultados de um estudo transversal, envolvendo 402 crianças, que receberam atendimento no IMIP. O objetivo deste estudo foi determinar o diagnóstico diferencial da anemia ferropriva a partir das características morfológicas do sangue e a validação dos índices hematimétricos, utilizando para a análise os resultados obtidos dos hemogramas realizados em laboratório particular, por contador de células automático. Neste estudo a validação dos índices hematimétricos foi realizada através dos cálculos de sensibilidade, especificidade e valores preditivos (Zicker, 1997). Os resultados mostraram que a maior parte da amostra (89,1%) apresentou anemia em algum grau de severidade. Quanto às características morfológicas da anemia evidenciaram-se 15,4% das crianças com microcitose e 71,2% e 51,4% com hipocromia quanto ao HCM e CHCM, respectivamente. Os índices hematimétricos apresentaram boa especificidade, baixa sensibilidade e altos valores preditivos positivos. Os índices hematimétricos (VCM, HCM, CHCM) se constituem bons parâmetros para o diagnóstico diferencial da anemia ferropriva. Entretanto, não são adequados para o diagnóstico inicial da deficiência de ferro
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8895
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo8751_1.pdf1,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.