Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8892
Title: Resíduos sólidos em praias do litoral sul de Pernambuco: origens e consequências
Authors: Christina Barbosa de Araújo, Maria
Keywords: Litoral sul de Pernambuco; Praia; Resíduos sólidos
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Christina Barbosa de Araújo, Maria; Ferreira da Costa, Monica. Resíduos sólidos em praias do litoral sul de Pernambuco: origens e consequências. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: Os ambientes costeiros são regiões suscetíveis ao acúmulo de resíduos sólidos principalmente derivados do petróleo que se originam de inúmeras fontes. O presente estudo analisa a questão do lixo, no período de fevereiro de 2001 a setembro de 2002 em duas praias do litoral sul de Pernambuco Brasil; Tamandaré e Várzea do Una. Tamandaré é uma praia de fácil acesso, bastante freqüentada durante o verão e que dispõe de limpeza urbana na orla, o contrário do que ocorre na Várzea do Una. Ambas estão inseridas nas bacias de drenagem de vários rios. O estudo abordou os seguintes aspectos: análise quali-quantitativa do lixo total, associação dos plásticos às prováveis fontes, determinação da largura ideal de um transecto amostral para pesquisa dos plásticos com relação à sua origem/uso, setorização das áreas em graus de contaminação por plásticos, e análise da relação custo e benefício da limpeza urbana da orla. Os transectos amostrais foram em número de quatro para Tamandaré e um para Várzea do Una, com área de aproximadamente 2.500m2 abrangendo desde a duna frontal (incluindo a vegetação) até próximo a linha d água na maré baixa. Os resultados demonstraram que os itens plásticos foram maioria (> 80%) para as duas áreas, semelhante ao que ocorre em outros locais do mundo. Desses itens os mais freqüentes estavam relacionados à alimentação, pesca, limpeza doméstica e esgoto/higiene pessoal, indicando a forte contribuição de fontes baseadas em terra. A largura ideal do transecto amostral para esse tipo de pesquisa demonstrou ser de no mínimo 20 metros. Com relação a setorização, o litoral de Tamandaré apresentou os menores índices de contaminação na sua porção mediana, área mais vulnerável á erosão costeira com muitas construções e obras de contenção, provavelmente devido a menor largura da praia e ausência de vegetação. Várzea do Una obteve o grau máximo de contaminação devido à proximidade com a foz do Rio Una. A análise da eficiência da limpeza urbana no litoral de Tamandaré, demonstrou que houve redução significativa do lixo principalmente na parte sul da orla, mas que a limpeza é apenas um paliativo que não se mostrou eficaz para resolver definitivamente o problema
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8892
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8360_1.pdf9.01 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.