Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8880
Title: Caracterização de antocianinas em frutos de genótipos de aceroleiras (Malpighia emarginata D.C.) cultivadas no Banco Ativo de Germoplasma da Universidade Federal Rural de Pernambuco
Authors: LIMA, Vera Lúcia Arroxelas Galvão de
Keywords: Nutrição; Ciência de alimentos genótipos de aceroleiras
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lúcia Arroxelas Galvão de Lima, Vera; Barbosa Guerra, Nonete. Caracterização de antocianinas em frutos de genótipos de aceroleiras (Malpighia emarginata D.C.) cultivadas no Banco Ativo de Germoplasma da Universidade Federal Rural de Pernambuco. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: Considerando que a cor vermelha da acerola decorre da presença de antocianinas, objetivou-se caracterizá-las em frutos maduros provenientes de 12 genótipos. O teor de antocianinas e características cromáticas foram determinados pelo método pH diferencial e sistema CIELAB (L*a*b*), respectivamente, e os resultados submetidos à correlação de Pearson. Pigmentos hidrolisados, separados por cromatografia líquida de alta eficiência, foram identificados tendo como base os padrões de referência. As antocianinas isoladas foram testadas quanto ao potencial antioxidante através do método β-caroteno/ácido linoléico e do radical livre 1,1-difenil-2-picrilhidrazil (DPPH). O teor de antocianinas variou de 64,65 mg/100g (008-CPA) a 6,45 mg/100g (002-SPE). A polpa do genótipo 015- CPA foi caracterizada amarelada, enquanto a do 005-APE, a mais vermelha. Foram encontradas correlações positivas entre a concentração de antocianinas e o parâmetro a* e negativas com L*, b*, C* e hab. A cianidina e pelargonidina foram as antocianidinas identificadas em todos os genótipos. A atividade antioxidante situou-se entre 28,58 a 47,07% e a capacidade de seqüestrar o radical livre DPPH, variou em função dos genótipos, da concentração e do tempo de reação. Os resultados demonstraram que a influência da concentração das antocianinas na expressão da cor é parcial; as antocianinas possuem diferentes graus de glicosilação e ausência de acilação; os genótipos apresentam diferentes proporções de cianidina e pelargonidina; as antocianinas isoladas exibem capacidade antioxidante e o genótipo 008-CPA, pelo elevado teor de antocianinas, apresenta maior potencial antioxidante
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8880
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8746_1.pdf2.58 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.