Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8855
Title: Efeitos precoces e tardios da desnutrição protéica neonatal sobre a morfologia da laringe de ratos
Authors: Hermes Pires de Mélo, Iracema
Keywords: Período crítico de desenvolvimento; Programação; Desnutrição neonatal; Órgãos da fonação; Prega vocal
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Hermes Pires de Mélo, Iracema; Virgínia Góis Leandro, Carol. Efeitos precoces e tardios da desnutrição protéica neonatal sobre a morfologia da laringe de ratos. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Objetivo: Avaliar os efeitos da desnutrição durante a lactação sobre a morfologia da laringe de ratos aos 22 e 60 dias de idade. Métodos: Ratos albinos machos da linhagem Wistar (n=48) foram divididos em dois grupos de acordo com a dieta das mães durante a lactação: controle (caseína 17%) e desnutrido (caseína 8%). Após o desmame, todos os animais receberam dieta padrão do biotério. Metade dos animais de cada grupo foi sacrificada aos 22 dias de vida, e a outra metade aos 60 dias de vida. A desnutrição neonatal foi diagnosticada através do peso corporal avaliado diariamente ao longo do experimento, sendo calculado o ganho de peso corporal e a taxa de crescimento. Após o sacrifício, a laringe foi retirada e suas dimensões registradas com paquímetro digital de acurácia 0,01 mm. Foram avaliados os comprimentos da laringe: epiglote a cricóide (EC), tireóide a cricóide (TC), antero-posterior (AP) e latero-lateral (LL). Para a análise histológica foi utilizada a coloração hematoxilina-eosina. A laringe foi analisada qualitativamente, subdividida em supraglote, glote e infraglote. As pregas vocais também foram analisadas quanto às dimensões do epitélio, o núcleo e suas camadas, através do programa Scion Image, Beta 4.0.2. Resultados: Os animais cujas mães foram desnutridas durante a lactação apresentaram redução do peso corporal, diminuição do ganho de peso corporal durante a lactação que aumentou durante a recuperação nutricional (p<0.05). A taxa de crescimento reduziu (p<0.05) no período neonatal se normalizando na recuperação nutricional comparativamente ao controle. Quanto a macroscopia da laringe, os animais aos 22 dias apresentaram uma diminuição nas dimensões ântero-posterior e látero-lateral comparativamente ao controle (p<0.05). Aos 60 dias de idade, não houve diferença entre os grupos nas variáveis analisadas. Na análise microscópica houve um aumento da queratinização do epitélio da supraglote, aos 22 e 60 dias de vida nos animais desnutridos. Na prega vocal houve redução do comprimento do epitélio, do diâmetro do seu núcleo e da camada intermediária nos animais desnutridos no período neonatal aos 60 dias de vida. Conclusão: A desnutrição neonatal induziu alterações nas micro-estruturas da laringe dos animais desnutridos, mesmo após a recuperação nutricional. A macro estrutura sofre os efeitos imediatos da restrição nutricional diminuindo as dimensões horizontais da laringe com recuperação a longo-prazo. Nossos resultados indicam que a escassez de nutrientes durante o período crítico de desenvolvimento induz alterações na morfologia da laringe a curto e em longo prazo. Estudos que avaliem a função desse órgão são necessários
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8855
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4379_1.pdf3.46 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.