Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8818
Title: Análise das pregas vocais de idosos fumantes e não fumantes em ambos os sexos
Authors: Virginio de Vasconcelos, Sandrelli
Keywords: Cordas vocais;Envelhecimento;Tabaco;Anatomia
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Virginio de Vasconcelos, Sandrelli; José Vieira De Mello, Roberto. Análise das pregas vocais de idosos fumantes e não fumantes em ambos os sexos. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Introdução: O envelhecimento e o fumo são fatores que causam mudanças anatômicas e fisiológicas em todo o organismo. No entanto, poucos estudos relatam as possíveis alterações dimensionais nas pregas vocais da população idosa. Objetivos: Avaliar as dimensões das pregas vocais em ambos os sexos e correlacioná-las com o envelhecimento; e avaliar as dimensões das pregas vocais em idosos fumantes e não fumantes do sexo masculino. Métodos: Foram estudados 30 cadáveres de idosos sendo 15 do sexo masculino e 15 do sexo feminino com faixa etária de 60 a 102 anos. Foram seguidas quatro etapas seqüenciais: 1ª) História clínica do cadáver; 2ª) Remoção da laringe; 3ª)Dissecação da laringe; 4ª)Morfometria das dimensões das pregas vocais. Resultados: O comprimento da prega vocal masculina com média de 15,90mm foi maior que o da feminina com 10,39mm. A média da largura das pregas vocais masculinas foi maior com 2,37mm que as femininas com 2,31mm. A média geral da espessura também foi maior no sexo masculino com média de 2,55mm em comparação com a feminina com 2,38mm. Não foi encontrada correlação entre o aumento da idade e as dimensões das pregas vocais no sexo feminino e masculino. Não houve diferença quanto à morfologia macroscópica das dimensões das pregas vocais entre idosos fumantes e não fumantes. Conclusões: As dimensões de comprimento, largura e espessura tiveram valores absolutos maiores nos homens. Não houve mudança nas dimensões das pregas vocais com o amento da idade em ambos os sexos. As diferenças entre as dimensões dos grupos de fumantes e não fumantes não foram evidentes macroscopicamente
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8818
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4299_1.pdf5.86 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.