Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8796
Title: Comunidade de crustáceos decápodos infralitorâneos dos recifes da praia de Porto de Galinhas (PE)
Authors: Giraldes, Bruno Welter
Keywords: Decápodos; Porto de Galinhas; Censo visual; Mergulho Noturno; Recifes
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Welter Giraldes, Bruno; Alves Coelho, Petronio. Comunidade de crustáceos decápodos infralitorâneos dos recifes da praia de Porto de Galinhas (PE). 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Os recifes costeiros do litoral nordeste do Brasil, como os encontrados na praia de Porto de Galinhas - PE destacam-se por serem áreas de grandes interações biológicas e alta capacidade produtora (produtividade primária), além de servir como zona de reprodução, berçário, abrigo e alimentação de grande parte da fauna. Porto de Galinhas - PE pertence à Ipojuca, litoral sul de Pernambuco, e representa um dos principais atrativos turísticos do estado. Devido à delicadeza destes ambientes, estudos científicos são de extrema importância para a efetiva conservação da fauna e sustentabilidade ambiental em longo prazo. O presente trabalho teve como objetivo analisar a comunidade de crustáceos decápodos infralitorâneos dos recifes desta praia utilizando e criando uma nova metodologia de coleta dos dados para esse grupo, a do censo visual. Inicialmente foi realizado um levantamento bibliográfico em literatura pertinente incluindo a análise de exemplares da coleção carcinológica para conhecer a possível composição da fauna de crustáceos decápodos infralitorâneos pertencentes ao ecossistema recifal da praia de Porto de Galinhas. Em seguida, foi realizada uma coleta preliminar das espécies de decápodos recifais in situ entre abril de 2003 a maio de 2004. As coletas dos exemplares foram manuais utilizando técnicas de mergulho SCUBA e apnéia, além de caminhadas sobre os recifes expostos. Para a análise ecológica foi desenvolvida uma técnica de censo visual noturna com transecto fixo percorrido por varredura em pente, adaptada de demais técnicas e metodologias pré-existentes, para o estudo de comunidade de macro - decápodos. Foram realizados doze censos visuais, em cada um dos doze pontos amostrais no período noturno, nas baixa-mares de lua cheia, de maio de 2004 a maio de 2005, totalizando 144 amostras para a bancada recifal de Porto de Galinhas. Durante o levantamento bibliográfico foram encontradas 45 espécies de decápodos registradas para a área estudada. Durante a coleta preliminar das espécies foram encontradas 43 espécies de decápodos, sendo 3 de entre maré, coletadas nos recifes expostos e 40 de infralitoral, coletadas durante os mergulhos livres e autônomos. Das espécies coletadas utilizando técnicas de mergulho, 26 representaram novas ocorrências de decápodos para a área estudada, onde uma dessas, possivelmente é uma nova espécie, por apresentar características morfológicas diferentes das demais espécies do gênero, o que mostra a importância do mergulho nas coletas de organismos bênticos aquáticos. Com os resultados do levantamento bibliográfico mais a coleta das espécies foi confeccionado um levantamento faunístico que apresentou um total de 71 diferentes espécies de decápodos para a área estudada. Durante os censos visuais, foram observados em toda a bancada recifal um total de 6.280 indivíduos de 37 diferentes espécies, com uma média de 5,4 (±0,9) espécies por ponto. As espécies mais abundantes e freqüentes foram Cinetorhynchus rigens, seguido por Mithraculus forceps e Panulirus echinatus. Com os resultados das coletas das espécies mais as do censo visual, foi proposta uma zonação ou um estrato preferencial para as espécies de decápodos. Os estratos propostos no presente trabalho foram: Franja recifal, Parede recifal, Fundo e porções superiores e inferiores da Caverna. Na franja e parede recifal ocorreu o domínio da Superfamília Majoidea, no fundo ocorreu o domínio da Superfamília Paguroidea, e na caverna o domínio da Superfamília Palinuroidea. A nova metodologia de censo visual se mostrou promissora para o estudo das espécies de decápodos noturnas e quem sabe para demais espécies bênticas vágeis de hábito noturno, pois apresentou resultados semelhantes entre as espécies observadas e coletadas, e semelhantes aos descritos por demais autores que utilizaram as técnicas tradicionais de coleta de decápodos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8796
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8246_1.pdf3.84 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.