Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8769
Title: Ocorrência de periodontopatógenos em brasileiros portadores de periodontite crônica
Authors: de Carvalho Farias, Bruna
Keywords: PCR; Periodontite; Patógenos; Tannerella forsythia; Porphyromonas gingivalis; Treponema denticola; Aggregatibacter actinomycetemcomitans
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Carvalho Farias, Bruna; Cimões Jovino Silveira, Renata. Ocorrência de periodontopatógenos em brasileiros portadores de periodontite crônica. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: O presente trabalho teve por objetivo avaliar a presença dos periodontopatógenos que formam o complexo vermelho (Tannerella forsythia (Tf), Porphyromonas gingivalis (Pg) e Treponema denticola (Td)) e o Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa) em pacientes portadores de periodontite crônica. A amostra foi constituída de 29 pacientes com diagnóstico clínico e radiográfico de periodontite crônica de acordo com os critérios da AAP (2000). Todos os dentes foram sondados em seis sítios para registro de profundidade, perda de inserção clínica e sangramento após sondagem. As amostras para análise microbiológica foram coletadas dos 4 sítios com maior profundidade de sondagem para cada paciente, totalizando 116 amostras. Estas amostras foram processadas através da técnica de PCR convencional e foram observados os seguintes resultados: 46,6% apresentaram resultado positivo para a bactéria Pg; 41,4% para Tf; 33,6% para Td e 27,6% para Aa. Não se verificou associação significante entre a presença dos periodontopatógenos e as variáveis faixa etária, sexo e sangramento à sondagem. Para a bactéria Pg verificou-se associação significante (p<0,05) com a variável placa visível, e a presença das bactérias Pg e Tf foi mais prevalente (p < 0,05) em bolsas periodontais &#8805; 8 mm. Nos sítios com profundidade &#61619; 8 mm foram observadas com maior freqüência as combinações Pg + Tf (23,2%) e Pg + Tf + Td (20,0%). Foram estatisticamente significantes (p < 0,05) as associações entre a presença simultânea das bactérias Aa + Pg, Aa+ Tf, Pg + Tf e entre Tf + Td. Concluiu-se que as bactérias analisadas, principalmente as do complexo vermelho, estiveram fortemente relacionadas com a periodontite crônica, e que as bactérias Pg e Tf foram mais frequentes em bolsas periodontais profundas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8769
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo969_1.pdf1.63 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.