Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8709
Title: Influência das interações medicamentosas no suicídio e tentativas de suicídio por medicamentos
Authors: SUCAR, Douglas Elias Dogol
Keywords: Medicamentosas; Interações; Suicídio
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Elias Dogol Sucar, Douglas; Botelho Sougey, Everton. Influência das interações medicamentosas no suicídio e tentativas de suicídio por medicamentos. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: O objetivo desta pesquisa foi verificar se as interações medicamentosas, são um fator agravante no desfecho do quadro clínico tóxico e nas suas complicações, em pacientes que tentaram ou consumaram o suicídio com mais de um medicamento. Verificar o impacto destas interações, no modo de avaliação e elaboração da conduta terapêutica pelo médico no momento do atendimento, bem como, caracterizar e descrever as principais interações medicamentosas implicadas, seus mecanismos prováveis e suas correlações com o quadro clínico tóxico. Com esta finalidade, efetuou-se um estudo analítico de corte transversal e um outro descritivo de série de casos. A amostra estudada, foi constituída por todos os pacientes com idade a partir dos 13 anos, que foram atendidos no Centro de Assistência Toxicológica CEATOX do Hospital da Restauração na cidade do Recife, durante todo o ano de 2001. Foram excluídos da amostra todos os casos que utilizaram alguma outra substância adicional afora os medicamentos. Considerando a relevância clínica da situação estudada e a confiabilidade dos dados, demonstrou-se uma diferença significativa entre as proporções testadas, sendo possível afirmar que o risco de complicações do quadro clínico tóxico é 2,4 vezes maior entre os pacientes que apresentam interações medicamentosas em relação aos que tomam vários medicamentos e de 13 vezes em relação aos que tomam um só medicamento. A conclusão é a de que as interações medicamentosas se constituem em um fator agravante do quadro clínico tóxico e sobretudo em suas complicações. E que, apesar da pesquisa acrescentar novos conhecimentos ao estudo das tentativas de suicídio e suicídio consumado por medicamentos, esta deverá estimular novos trabalhos que considerem novas variáveis e contemple um número maior de casos, para obter conclusões mais definitivas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8709
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8903_1.pdf2.15 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.