Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8631
Title: Efeito do treinamento de natação em ratas ovariectomizadas e tratadas com glutamato monossódico no período neonatal
Authors: Cristina Falcão Esteves Costa, Ana
Keywords: Crescimento Corpóreo; Tecido Ósseo; Glutamato Monossódico; Ovariectomia; Natação
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cristina Falcão Esteves Costa, Ana; Regina Arruda de Moraes, Silvia. Efeito do treinamento de natação em ratas ovariectomizadas e tratadas com glutamato monossódico no período neonatal. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Avaliou-se o efeito da natação sobre o crescimento somático e ósseo de ratas submetidas a dois modelos experimentais a fim de reproduzir déficit hormonal. Utilizou-se 28 ratas Wistar, neonatas, fêmeas separadas em dois grupos: Glutamato Monossódico (GluM,n=14) que recebeu uma solução de glutamato monossódico (4.0mg/g), em dias alternados, nos primeiros 14 dias de vida; e Grupo Salina (SAL, n=14) que recebeu solução salina. O peso corpóreo e as mensurações murinométricas (eixos látero-lateral, antero-posterior do crânio - LLC/APC - e comprimento da cauda - CC) foram avaliados do 1º ao 30º dia de vida. Aos 60 dias de vida, o grupo GluM foi ovariectomizado (GluMO) e o grupo SAL apenas passou pelo estresse cirúrgico. Em seguida, metade dos animais de cada grupo iniciou o treinamento de natação (12 semanas, 5 dias/semanas). Resultando nos seguintes grupos experimentais: Salina sedentário (SALsed,n=7), Salina natação (SALnat,n=7), Glutamato ovariectomia sedentário (GluMOsed,n=7) e Glutamato ovariectomia natação (GluMOnat,n=7). Ao final do experimento o fêmur direito foi pesado e avaliado seu comprimento. Seis preparações histológicas do fêmur de cada grupo esperimental foram confeccionadas a fim de avaliar: diâmetro da cabeça do fêmur, área da cartilagem articular da cabeça do fêmur, espessura da cortical da diáfise deste osso e a proporção volumétrica (PV) da epífise femoral. Nos 30 dias iniciais, o grupo GluM reduziu o peso corpóreo e os eixos LLC, APC e CC comparado ao grupo SAL. Ao final do experimento, o peso corpóreo foi similar entre os grupos SALsed e SALnat e; GLuMOsed e GluMOnat. Porém houve redução no peso do GluMOsed comparado ao SALsed. A natação aumentou o peso do fêmur no grupo SALnat em relação ao SALsed e também no grupo SALsed comparado ao GluMOsed, porém não o alterou entre os GluMOsed e GluMOnat. No comprimento, o grupo SALnat foi similar ao SALsed e o mesmo ocorreu entre GluMOnat e GluMOsed. Porém, o grupo SALsed apresentou comprimento maior que GluMOsed. A área da cartilagem articular do fêmur mostrou-se reduzida no GluMOnat comparado ao GluMOsed. A natação aumentou a espessura das corticais no grupo SAL, porém não influenciou no GluMO. Na região lateral da epífise houve redução da PV no Grupo GluMOnat comparado ao GluMOsed. Na região medial, a natação aumentou a PV no grupo SAL, porém não influenciou GluMO. Constatou-se que a natação pode ser utilizada como estímulo ósseo em animais saudáveis, porém, no tecido ósseo debilitado pode não exercer nenhum efeito estimulante
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8631
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4248_1.pdf763.88 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.