Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8621
Title: Manipulações farmacológicas nelnatal do sistema noradrenérgico: repercussões sobre o sistema nervoso somático, sensório-motor e sobre o padrão de consumo alimentar adulto
Authors: dos Santos Oliveira, Lisiane
Keywords: Consumo alimentar; Desenvolvimento do sistema nervoso; Crescimento somático; Período Crítico de desenvolvimento; Ratos; Bases experimentais; armacologia do sistema noradrenérgico
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: dos Santos Oliveira, Lisiane; Manhães de Castro, Raul. Manipulações farmacológicas nelnatal do sistema noradrenérgico: repercussões sobre o sistema nervoso somático, sensório-motor e sobre o padrão de consumo alimentar adulto. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este trabalho teve como objetivo estudar a manipulação farmacológica do sistema noradrenérgico no período de aleitamento, seus efeitos sobre o desenvolvimento somático e sensório-motor e repercussões desse tratamento sobre o padrão de consumo alimentar adulto. Ratos neonatos foram tratados com solução salina (NaCl 0,9%, s.c.), ou reboxetina (20mg/Kg p.c., s.c) ou clonidina (0,2mg/Kg p.c, s.c). Durante o período neonatal foi observado que a reboxetina não alterou os parâmetros de crescimento somático, tais como evolução ponderal, medidas murinométricas e maturação de características físicas. Foi observado antecipação do reflexo de aversão ao precipício, mas não houve alteração dos demais reflexos. O tratamento neonatal com clonidina provocou redução do ganho de peso e redução do crescimento dos eixos do crânio. Não alterou a maturação das características físicas e a ontogênese de reflexos. No rato adulto, o tratamento neonatal com reboxetina ocasionou redução do consumo alimentar, da ingestão hídrica e da eliminação fecal. O tratamento com clonidina aumentou a ingestão hídrica, a eliminação fecal e a eliminação urinária. Concluimos que a inibição neonatal da recaptura da noradrenalina não retarda o padrão de crescimento somático, mas alterou o desenvolvimento sensório-motor, e que a ativação de receptores adrenérgicos alfa-2 com agonistas adrenérgicos alfa-2, retardou o crescimento somático. Concluimos também que ambas manipulações alteraram de forma duradoura o padrão de consumo alimentar na vida adulta
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8621
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8560_1.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.