Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8619
Title: Atualização do conhecimento taxonômico dos Nematoda na costa brasileira e sua ecologia na praia de Tamandaré-PE (Brasil)
Authors: Venekey, Virág
Keywords: Brasil; Tamandaré; Ecologia; Praia; Taxonomia; Nematoda
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Venekey, Virág; Gomes da Fonseca Genevois, Verônica. Atualização do conhecimento taxonômico dos Nematoda na costa brasileira e sua ecologia na praia de Tamandaré-PE (Brasil). 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Este estudo aborda três questões relacionadas à estrutura e funcionamento de associações de Nematoda em três diferentes capítulos: 1) qual é a riqueza de Nematoda marinhos de ambientes costeiros do Brasil e qual é o grau de similaridade, ao nível de composição genérica, entre estes ambientes? 2) qual é o efeito da maré sobre a associação da nematofauna na praia de Tamandaré-PE, Brasil? 3) quais são os padrões de variação espaçotemporal da associação de nematofauna na praia de Tamandaré e que fatores podem determinar esta variação? No primeiro capítulo é apresentada uma revisão do Estado de Arte sobre os estudos da nematofauna marinha no Brasil (excluindo aqueles de mar profundo). Como resultado é apresentada uma lista com nomenclatura atualizada contendo 6 ordens, 50 famílias, 291 gêneros e 231 espécies, dos quais, 1 família, 10 gêneros e 87 espécies foram encontrados pela primeira vez no Brasil. Dividindo os ambientes em sete ecossistemas (Praias Arenosas, Estuários, Fital, Ilhas Oceânicas, Beach Rocks , Salina e Artificial). Verificou-se que até o presente momento Praias Arenosas apresentam a maior riqueza ao nível de gênero (231) seguido por Estuários (142) e Fital (127). A composição da nematofauna nos ambientes é similar à de outros locais amostrados mundialmente, sendo as famílias Chromadoridae e Xyalidae as mais representativas. Agrupando os ambientes em três ecossistemas (Praia, Costão e Estuário) foi determinado que todos são estatisticamente diferentes em termos de composição ao nível de gênero, sendo os estuários os mais uniformes entre si. No segundo capítulo é abordada a influência da maré sobre a nematofauna em dois meses de chuvas (maio e julho de 1991) e dois de estiagem (setembro e novembro de 1991) com um regime de 24 horas de coleta na praia de Tamandaré-PE. Seis réplicas aleatórias foram retiradas com um tubo PVC de 3,7cm de diâmetro interno no médiolitoral superior, a cada hora, durante dois ciclos de marés consecutivos. Em laboratório os Nematoda foram triados, montados em lâminas permanentes e identificados ao nível de gênero e/ou espécie. A associação dos Nematoda variou significativamente entre os meses, e também entre as marés, ao nível de gênero. As espécies Mesacanthion hirsutum, Calomicrolaimus formosus e Latronema botulum apresentaram comportamentos diferentes, tendo a primeira espécie variado significativamente entre os meses e marés quanto à densidade total, enquanto as outras duas espécies variaram apenas quanto à razão macho/fêmea. Os resultados sugerem que os Nematoda migraram via camada sedimentar ou se dispersaram passivamente na coluna d água entre as marés e que foram afetados pelas mudanças sazonais. No terceiro capítulo é verificada a influência de diversos parâmetros ambientais (granulometria, clorofila, feopigmentos, matéria orgânica, temperatura, salinidade, pluviosidade mensal e velocidade do vento) na distribuição espacial (sentido vertical) e temporal (estações do ano) da associação de Nematoda na mesma praia. Quatro réplicas aleatórias foram coletadas com um tubo de PVC de 3,7cm de diâmetro interno no médiolitoral inferior e superior, em dois estratos sedimentares (0-10 e 10-20 cm) mensalmente durante um ano (outubro de 1997 a setembro de 1998). Em laboratório os Nematoda foram triados, montados em lâminas permanentes e identificados ao nível de gênero e/ou espécie. A associação dos Nematoda variou significativamente entre as estações do ano e também entre os pontos/estratos, diferenças estas muito associadas às variações de Calomicrolaimus formosus. Quanto às estações do ano, o verão foi mais eficaz nas densidades máximas da nematofauna sugerindo que o período chuvoso é mais instável para esta associação. Quanto aos pontos de coleta, o médiolitoral superior apresentou as máximas densidades devido à estabilidade sedimentar. Os fatores ambientais agiram como estruturadores secundários para as populações de Nematoda, sendo a sazonalidade (ou o conjunto de fatores que apresenta variações tipicamente sazonais) apontada como o fator primário. Considerando os resultados unificados do segundo e terceiro capítulos, foi determinada para Tamandaré a segunda maior lista taxonômica em praias arenosas contendo 71 gêneros, incluindo o primeiro registro do gênero Diodontolaimus e das espécies Mesacanthion hirsutum, Bathylaimus capacosus e Cynura cerambus para a costa brasileira. Além destes resultados, o presente trabalho contribuiu também com a determinação de um novo gênero para a família Enchelidiidae e uma nova espécie para o gênero Synonchium
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8619
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8278_1.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.