Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8583
Title: Efeitos da desnutrição protéica crônica sobre o córtex cerebral e evolução ponderal de ratos adultos
Authors: de Moraes Rêgo Guedes, Gabriela
Keywords: Córtex cerebral;Morfometria neuronal;Desnutrição;DBR
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Moraes Rêgo Guedes, Gabriela; Teles de Pontes Filho, Nicodemos. Efeitos da desnutrição protéica crônica sobre o córtex cerebral e evolução ponderal de ratos adultos. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Influências genéticas e ambientais atuam sobre o Sistema Nervoso Central (SNC) durante o processo de desenvolvimento. Uma nutrição adequada é essencial para a formação do SNC, organização funcional e para desenvolvimento do organismo. Estudos utilizando dietas semi-sintéticas foram desenvolvidos para reproduzir em animais de laboratório características clínicas, bioquímicas e patológicas, observadas em humanos desnutridos. A dieta básica regional (DBR) foi proposta para estudar a desnutrição característica dos habitantes de baixa renda da zona da mata de Pernambuco. O presente estudo avaliou o perfil morfológico (densidade e número de células neuronais) do córtex visual de ratos Wistar submetidos a dois tratamentos nutricionais: dieta padrão de biotério (Labina®, 23% de proteína) e dieta hipoprotéica (DBR, 8% de proteína), originando 6 grupos experimentais: N5, N7 e N9 - animais nutridos com Labina® durante 5º., 7º. e 9º. meses respectivamente, e D5, D7 e D9 - animais desnutridos por DBR durante os mesmos períodos. Após o tratamento nutricional, os animais foram sacrificados e os cérebros retirados, processados histologicamente e avaliados através de estudos morfométricos. Observou-se que a desnutrição induzida por DBR provocou uma redução significativa na massa corporal dos animais de todos os grupos. A redução foi decrescente ao longo da idade, pois aos 5 meses os animais DBR pesavam, em média, apenas 27,7% do peso total do animal normonutrido, aos 7 meses, 29,1% e por fim aos 9 meses os animais DBR pesavam cerca de 32% do peso dos normonutridos. A comparação feita entre os grupos mostrou que o peso cerebral também foi visivelmente reduzido nos animais desnutridos. A maior redução no peso cerebral ocorreu no grupo D9 onde a média do peso dos cérebros desse grupo correspondia a 81,55% do peso cerebral do grupo N9. Não houve diferença significativa em relação ao número de neurônios por campo e nem em relação à média da área do soma dos neurônios. Tais achados indicaram que a desnutrição induzida pela DBR no pós-desmame embora não cause alterações na citomorfologia do córtex cerebral tem repercussões sobre a evolução ponderal e encefálica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8583
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4241_1.pdf663.52 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.