Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8551
Title: Paradgimas computacionais, modelagem de sistemas naturais conexionistas e psicopatologia: uma revisão
Authors: RIBEIRO, André Luis Simões Brasil
Keywords: Artificial intelligence; Cognition; Depression; Mood disorders; Psychopatology, connectionism; Neurocomputation; Neural networks
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Luis Simões Brasil Ribeiro, André; Botelho Sougey, Everton. Paradgimas computacionais, modelagem de sistemas naturais conexionistas e psicopatologia: uma revisão. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este estudo é uma revisão narrativa da literatura sobre os paradigmas computacionais, as modelagens naturais conexionistas e a investigação dos fenômenos psicopatológicos. O objetivo geral foi realizar uma coleta de informações sobre os trabalhos publicados, até então, que contemplassem os modelos de processamento de informações no cérebro humano, a analogia com Redes Neurais Artificiais e a aplicação de métodos investigativos nas psicopatologias. A seleção dos estudos foi baseada principalmente pesquisas em bancos de dados digitais: Medline, Períodos CAPES, MIT Search, Scholar Google e PsychInfo, usando os descritores neural networks, neurocomputation, psychopathology, connectionism, mood disorders, depression, cognition e artificial intelligence, em mecanismos de busca digital. Foram selecionados os estudos considerando os critérios de inclusão a partir dos descritores, o aspecto cronológico, a adequação e pertinência dos estudos e o impacto destes artigos na comunidade científica. A literatura clássica também foi incluída. O estudo buscou estabelecer relações entre as pesquisas que utilizaram ferramentas computacionais, visando a criação de modelos que simularam o funcionamento cognitivo do cérebro humano. Destes modelos, as Redes Neurais Artificiais Conexionistas (RNA) mostraram-se as mais promissoras dentre as demais. Conclui-se que as investigações dos fenômenos psicopatológicos baseadas em modelagem computacional conexionista constituem em uma importante estratégia para compreensão do funcionamento da mente humana e de como se processam as alterações psíquicas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8551
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8618_1.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.