Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8522
Title: Agressividade defensiva: efeitos do tratamento neonatal com sertralina
Authors: Ribeiro Ribas, Valéria
Keywords: Agressividade;Ratos Neonatos;Sertralina
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ribeiro Ribas, Valéria; Manhães de Castro, Raul. Agressividade defensiva: efeitos do tratamento neonatal com sertralina. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: O sistema serotoninérgico tem importância no desenvolvimento e no controle de várias funções do sistema nervoso central. O uso de fármacos no período neonatal induz alterações morfofisiológica e comportamental. As drogas serotoninérgicas têm sido bastante utilizadas para depressão, ansiedade e em crianças, muitas vezes, menores de 5 anos com o objetivo de reduzir o estado de hiperatividade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o peso corporal diário do rato durante o período de aleitamento e o comportamento agressivo em ratos adultos tratados, do primeiro ao 21º dia, com sertralina em administração crônica de 10 mg/Kg, 20 mg/Kg e 30 mg/Kg (sc, diariamente). O peso corporal foi aferido diariamente do primeiro ao 21o dia pós - natal (desmame). Os animais tratados com sertralina apresentaram pesos corporais médios menores (23 ? 0,698; 22,3 ± 0,450; 22,9 ± 0,629 , p<0,05) que os do grupo controle (26,4 ± 0,362), do 11° ao 21o dia de vida respectivamente. A agressividade foi induzida por choque nas patas (footshock). A agressividade completa (AC) e agressividade completa individual (ACI) foram avaliadas em 900 s. O grupo tratado com sertralina apresentou menor tempo de AC (203,5, 0-449; 6, 0-120; 20, 0-537) e ACI (304,5, 9-550; 17,5, 3-440; 79,5, 5-537), quando comparados ao respectivos grupos controles (233, 0-874) e (353, 12- 936, p<0,05). Entretanto, os animais tratados com sertralina em dose de 10 mg/Kg, não apresentaram diferença significativa. A administração neonatal crônica com sertralina reduziu o peso corporal e a agressividade de ratos adultos tratados no período de aleitamento
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8522
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8605_1.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.